Copa América 2024: Veja quais Times serão mais Prejudicados com a Perda de Jogadores

O principal torneio de seleções do continente, a Copa América, será disputado este ano nos Estados Unidos, entre os dias 20 de junho e 14 de julho. Coorganizada pela CONCACAF, a 48ª edição do torneio contará com as 10 seleções da CONMEBOL, além de 6 equipes de América do Norte, Central e Caribe.

Pela segunda vez, os Estados Unidos sediarão o torneio, repetindo a edição de 2016, a Copa América Centenário. Desta vez, a competição ocorrerá simultaneamente com a UEFA Euro 2024, proporcionando aos fãs de futebol ao redor do mundo uma dose dupla de emoção e rivalidade. O grande vencedor da Copa América enfrentará o campeão do continente europeu na Finalíssima de 2025, prometendo uma batalha épica entre as melhores equipes de ambos os lados do Atlântico.

De acordo com bolsas de apostas avaliadas pela Jugar, a Argentina é a grande favorita ao título da competição, com odds de 2.75 para levantar o troféu. O Brasil aparece em seguida, com odds de 3.25, e o Uruguai fecha a lista de favoritos, com odds de 6.00.

No entanto, o que realmente chama a atenção em relação à Copa América 2024 é o caos que ela causará no já conturbado calendário do futebol brasileiro. Os jogadores convocados por suas seleções para a disputa do torneio continental perderão, pelo menos, sete rodadas do Campeonato Brasileiro, algo que já assombra muitos técnicos do certame nacional e impacta até mesmo as odds e probabilidades das apostas online.

Entre os principais prejudicados pelas convocações destacam-se Internacional, Grêmio, Palmeiras, São Paulo e Flamengo, que devem perder alguns de seus principais titulares.

É provável que os clubes que têm jogadores convocados enfrentem a ausência de seus atletas por ainda mais tempo, uma vez que as seleções se reúnem algumas semanas antes do torneio para um período de treinos. No entanto, há uma perspectiva otimista: com a eliminação precoce de algumas seleções – especialistas em apostas apontam seleções como Venezuela, Peru e Paraguai como meros coadjuvantes no torneio – é possível que alguns jogadores retornem aos seus clubes mais cedo do que o esperado, proporcionando um alívio temporário para as equipes afetadas.

CBF rejeita pedido de paralisação do Brasileiro

A solicitação feita por uma coalizão de 12 clubes à Confederação Brasileira de Futebol para suspender temporariamente o Campeonato Brasileiro foi negada pela entidade, resultando na continuidade do torneio nacional durante a Copa América. Esta decisão inevitavelmente terá impacto em várias equipes durante o período do torneio continental.

Os jogadores convocados para representar suas seleções na competição sul-americana enfrentarão a perspectiva de perder pelo menos sete partidas do Brasileirão. Essas ausências abrangerão as rodadas 12 a 18 do campeonato brasileiro, todas com a Copa América já em andamento nos Estados Unidos. Contando o período de treinos antes do torneio, é possível que as ausências sejam ainda maiores.

Neste intervalo de jogos afetados, estão incluídos confrontos clássicos como Palmeiras x Corinthians, além de outros duelos envolvendo equipes com jogadores convocados, como Fluminense x Internacional, São Paulo x Grêmio e Atlético-MG x Flamengo.

Estima-se que pelo menos 20 jogadores sejam desfalques durante este período. Durante a última pausa para jogos de seleções em novembro de 2023, os clubes da Série A liberaram 29 atletas para representar seus países.

A solicitação de alteração no calendário foi feita conjuntamente por 12 clubes: Flamengo, Fluminense, Botafogo, Vasco, Athletico Paranaense, Palmeiras, Atlético Mineiro, São Paulo, Red Bull Bragantino, Criciúma, Internacional e Corinthians.

Os clubes apresentaram à CBF um documento requisitando a paralisação do Brasileirão durante a Copa América, bem como o remanejamento das datas das oitavas de final, quartas de final e finais da Copa do Brasil para abrir espaço para as rodadas do Brasileirão.

Além disso, foi solicitada a redução do intervalo entre os jogos para três dias, em vez dos tradicionais quatro dias de descanso.

Clubes prejudicados

Ao todo, cerca de 20 clubes das séries A e B devem ser prejudicados pelas convocações para a Copa América. No entanto, Grêmio, Internacional, Palmeiras, São Paulo e Flamengo devem ser os clubes mais afetados pelo torneio.

O Grêmio corre o risco de perder Yeferson Soteldo para a seleção venezuelana, o uruguaio Felipe Carballo e Mathías Villasanti, da seleção do Paraguai.

Já o Internacional terá ainda mais desfalques. O Colorado não poderá contar com 4 jogadores durante a Copa América: o goleiro Sergio Rochet, do Uruguai, o volante Charles Aránguiz, da seleção chilena, e os atacantes Enner Valencia e Rafael Santos Borré, das seleções equatoriana e colombiana, respectivamente.

O Palmeiras deverá ser o segundo clube mais prejudicado pela Copa América, podendo perder até seis jogadores para as convocações. Endrick, Gustavo Gómez, Richard Ríos e Joaquín Piquerez têm sido figurinhas carimbadas nas últimas convocações de Brasil, Paraguai, Colômbia e Uruguai. O time ainda pode perder Raphael Veiga que, embora não tenha sido convocado por Dorival Jr. para os próximos amistosos da seleção, vinha de uma sequência de convocações, e o zagueiro Murilo, que foi convocado pela primeira vez para os jogos contra Espanha e Inglaterra.

Já o São Paulo não contará com os zagueiros Nahuel Ferraresi e Robert Arboleda, que devem ser convocados por Venezuela e Equador, e James Rodríguez, camisa 10 e capitão da seleção colombiana. Pablo Maia também pode ser um desfalque durante a competição continental, já que foi convocado por Dorival para os amistosos de março.

Por fim, o Flamengo será certamente o clube mais prejudicado pela disputa da Copa América. Ao todo, o rubro negro pode perder até 6 jogadores durante o torneio. Guillermo Varela, Matías Viña, Nicolás de la Cruz e Girogian de Arrascaeta são peças importantes da seleção celeste e devem marcar presença na Copa América. Além deles, Ayrton Lucas, recentemente convocado para os amistosos da seleção brasileira, e Pedro, que esteve presente em boa parte dos jogos do Brasil em 2023, também podem desfalcar a equipe carioca.

Voltar Todas de Futebol Internacional

Compartilhe esta notícia:

Casos Intrigantes nas Estratégias de Marketing das Empresas de Apostas
Desenvolvimento dos Cassinos Online em Portugal: Desde a Legalização até a Inovação
Deixe seu comentário

No Ar: Toque Direto