Um ano sem o Rei do Futebol: homenagens marcam o aniversário da morte de Pelé

Foto: Divulgação/Santos F.C.

O primeiro aniversário da partida de Edson Arantes do Nascimento, conhecido como Pelé, é lembrado hoje. Há um ano, após ser hospitalizado no Albert Einstein em São Paulo devido a inchaço corporal, o Rei do Futebol nos deixou aos 82 anos, em 29 de dezembro de 2022.

Sua internação, em novembro do ano anterior, revelou um quadro de confusão mental, anasarca, síndrome edemigêmica e insuficiência cardíaca descompensada, apontados pela equipe médica.

Com 1.283 gols na trajetória, Pelé foi um campeão inigualável. No Santos, ergueu seis vezes o campeonato brasileiro, duas vezes a Copa Libertadores da América, outras duas vezes o Mundial Interclubes e venceu o Campeonato Paulista em 10 ocasiões. Pela seleção brasileira, foi tricampeão da Copa do Mundo em 1958, 1962 e 1970, permanecendo como o único atleta a alcançar tal feito.

Em dezembro de 2000, dividiu com Diego Maradona o prêmio de Melhor Jogador do Século da FIFA. Inicialmente, a votação pretendia ser online, porém houve críticas quanto à distorção demográfica, favorecendo fãs mais jovens de Maradona, privando Pelé do reconhecimento merecido.

Ele imortalizou a camisa 10 e recebeu sete vezes a Bola de Ouro da revista France Football, nos anos de 1958, 1959, 1960, 1961, 1963, 1964 e 1970.

* Por supervisão de: Marjana Vargas

Voltar Todas de Pelé

Compartilhe esta notícia:

Deixe seu comentário

No Ar: Dupla em Debate - Prorrogação