Fora de casa, Inter é derrotado pelo Atlético-MG na estreia do Brasileirão

Hulk, com dois gols, foi o grande destaque da partida

Foto: Ricardo Duarte / S.C. Internacional

Jogando em Belo Horizonte na tarde deste domingo (10), o Inter estreou na edição 2022 do Brasileirão com derrota de 2 a 0 para o Atlético-MG, campeão do ano passado. Ambos os gols foram marcados pelo atacante Hulk, no começo e nos minutos finais. O próximo adversário no torneio é o Fortaleza, domingo que vem, no Beira-Rio.

Antes, o time sob o comando do técnico Alexandre “Cacique” Medina recebe o Guaireña (Paraguai) na quinta-feira (14), pela segunda rodada da primeira fase da Copa Sul-Americana. Uma vitória é essencial para os planos de bicampeonato do certame continental pelo Colorado, que semana passada cedeu empate em 2 a 2 para a equipe do 9 de Octubre (Equador).

Resumo da partida

Escalado com dois pontas e dois atacantes, o Atlético-MG foi a campo com o objetivo de decidir a partida o quanto antes. Sempre que a bola chegava em Keno, na esquerda, Ademir tinha liberdade para fazer a diagonal em direção à área, e a mesma movimentação era repetida quando o camisa 19, pela direita, era acionado.

Enquanto isso, Hulk e Sasha (ex-Inter), centralizados, prendiam a marcação, ao passo que Guga e Arana ultrapassavam como verdadeiros alas. Bastante ofensiva, a postura do “Galo” encontrou recompensa logo aos 9 minutos, quando o time da casa já havia desperdiçado duas boas chances, uma delas esbarrando no travessão.

Após bate-rebate na área colorada, Hulk recebeu de Nathan Silva, driblou Daniel e concluiu para o gol. Com o placar aberto, novas oportunidades seriam criadas pelos anfitriões durante os dez minutos seguintes, nenhuma capaz de balançar as redes dos visitantes.

A partir dos 20 minutos, o ritmo alucinante deixou de ser adotado pelo Galo, e o Inter, pouco a pouco, cresceu em posse de bola. Antes do intervalo, o time de Medina chegou a criar duas oportunidades de relevância. A primeira (e mais perigosa) foi armada por Taison, que acionou Carlos de Pena (estreante entre os titulares) na ponta-esquerda.

O uruguaio então chutou rasteiro e cruzado, em direção à segunda trave, onde Bruno Méndez poderia completar de carrinho, se não fosse o tapa providencial de Everson. Minutos mais tarde, o goleiro apareceu para encaixar, sem rebote, finalização firme de Edenilson.

Para o segundo tempo, o Inter retornou com novidade na escalação e no esquema tático, com o argentino Gabriel Mercado no lugar do centroavante Wesley Moraes.

O Inter passou a atuar com três zagueiros (Bruno na direita, Mercado centralizado e Kaique na esquerda), liberando Bustos e Pena para as alas. Por dentro, Gabriel, Liziero e Edenilson tratavam de armar a equipe e municiar Taison e Mauricio, soltos como dupla de ataque.

Logo no primeiro minuto, essa configuração criou sua primeira incursão de perigo. Da esquerda, Taison virou para Bustos, que recebeu dentro da área e ajeitou para Edenilson. Rasteiro e cruzado, o meio-campista chutou de primeira, quase empatando.

Pouco depois, foi a vez de Edenilson servir Mauricio, que dentro da área tentou devolver de letra, mas a bola acabou nas mãos do goleiro. O fato é que a equipe gaúcha precisa ser mais ofensiva para tentar o empate, e o atacante Alemão entrou em campo. Mas a postura mais franca acabou também abrindo espaço para contragolpes.

O Galo quase ampliou aos 27 minutos, quando Daniel fez grande defesa diante de Savarino. Menos de cinco minutos depois, o Inter teve sua melhor chance: lançado por Taison, Edenilson ficou de frente para Everson e, mesmo sem ângulo, conseguiu finalizar de cobertura, mas a bola explodiu no poste.

Mais tarde, aos 41 minutos, Hulk aproveitou o cenário movimentado para, em jogada individual, fazer o segundo do Galo e impedir qualquer chance de um 1 a 1 no Mineirão.

Ficha técnica

– Atlético-MG: Everson, Guga, Alonso, Nathan Silva e Arana; Allan e Otávio (Jair); Ademir (Savarino), Keno (Vargas), Sasha e Hulk. Técnico: Tony Mohamed.

– Inter: Daniel; Bustos, ,Kaíque Rocha, Bruno Méndez (Caio Vidal) e Liziero (Boschilia); Gabriel, Edenilson, Mauricio (Alemão), Taison e De Pena; Wesley Moraes (Mercado). Técnico: Alexander Medina.

* Por supervisão de: Marjana Vargas

Voltar Todas de Inter

Compartilhe esta notícia:

Inter anuncia a contratação de Renê, que estava no Flamengo
Na expectativa de retorno, Kannemann pode ser liberado para a preparação física do Grêmio nesta semana
Deixe seu comentário

No Ar: Toque Direto