Após Inter Ficar no Empate contra o Juventude, o Técnico Eduardo Coudet falou sobre o Jogo da Semifinal do Campeonato Gaúcho

Foto: Divulgação / S. C. Internacional

No confronto das semifinais do Campeonato Gaúcho, Inter e Juventude não saíram do 0 a 0 em um jogo disputado no Alfredo Jaconi, em Caxias do Sul. A partida, marcada por bastante intensidade , foi um teste para ambas as equipes, que agora deixam a decisão para o jogo de volta no Beira-Rio, onde o vencedor avançará à final. Em caso de novo empate, a disputa será decidida nos pênaltis.

O técnico do Internacional, Eduardo Coudet, apontou o desgaste físico de sua equipe como um dos fatores que impactaram no desempenho abaixo do esperado. A viagem recente a Brasília para enfrentar o Nova Iguaçu pela Copa do Brasil teria contribuído para a falta de vitalidade e rapidez na circulação de bola, segundo o treinador. Coudet também elogiou a postura defensiva de sua equipe, que, apesar do cansaço, nunca deixou de lutar, mantendo a partida equilibrada.

Apesar das dificuldades, o Internacional teve as melhores oportunidades de gol no primeiro tempo, mas não conseguiu converter. O Juventude, por sua vez, pressionou mais na segunda etapa, explorando espaços deixados pelo adversário, mas também não foi capaz de alterar o placar. A partida evidenciou um jogo mais físico, com ambas as equipes igualando forças nesse aspecto, mas deixando a desejar na qualidade técnica.

Coudet destacou a necessidade de atenção com as condições do campo, que não favoreciam uma boa condução de bola, mas recusou-se a usar isso como desculpa para o resultado. Expressou uma mistura de sentimentos, lamentando a incapacidade de vencer, mas reconhecendo que um empate fora de casa, em um confronto de ida e volta, não é um resultado ruim.

Ambos os times mostraram vontade em vencer, com o Internacional repetindo a escalação que conta com Alan Patrick e Valencia no ataque, e o Juventude entrando em campo com uma formação esperada, destacando-se a presença de Lucas Barbosa, Edson Carioca, e Gilberto, com Nenê como opção no banco.

A intensidade do jogo foi alta desde o início, com o Juventude buscando aproveitar o fator casa para pressionar e limitar as ações ofensivas do Inter. O time da casa chegou perigosamente com Edson Carioca em um momento, mas a bola já havia saído pela linha de fundo, anulando a jogada.

O Internacional encontrou brechas na defesa adversária, criando oportunidades claras de gol, especialmente através de Valencia, que, apesar de uma chance incrível, não conseguiu marcar.

Com o resultado ainda em aberto, a expectativa para o jogo de volta no Beira-Rio é alta. Ambas as equipes sabem que qualquer vantagem será crucial para garantir uma vaga na final do Gauchão.

* Por supervisão de: Marjana Vargas

Voltar Todas de Inter

Compartilhe esta notícia:

Em Caxias do Sul, Inter e Juventude empatam pelas semifinais do Campeonato Gaúcho
Inter Encontra Dificuldades e Fica no Empate contra o Juventude em Semifinal Tensa
Deixe seu comentário

No Ar: Futebol Alegria do Povo