Torcida empurra e Inter vence o Figueirense


Por: Jonata, jornalista, radialista e repórter na @rdgrenal.

Quatro minutos foram necessários para o Inter chegar à vitória na noite deste sábado (01). Empurrado pelos mais de 35 mil colorados, o Internacional conquistou  a vitória no jogo que era tido como ”Final de Copa de Mundo” por  parte de seus dirigentes. Com a vitória, o Inter chega à 30 pontos e encosta no próprio Figueira, primeiro dentro do Z4, com 31.

Primeiro Tempo

O Inter foi à campo com com dois objetivos bem claros. Chegar ao gol o mais rápido possível e, principalmente, não tomar gol nos minutos iniciais, como aconteceu em vários jogos nessa temporada. E a expectativa do torcedor foi cumprida antes mesmo dos 5 minutos. Aos 4′ em boa jogada no lado direito, William foi até a linha de fundo e cruzou para trás, na área. Vitinho apareceu livre e tocou no canto, sem chance para Gatito.

O time mostrava ansiedade em campo, mas na base da vontade chegava com bastante jogadores no campo ofensivo e pressionava o adversário. O Figueirense, após o gol foi aos poucos tentando produzir oportunidades, mas a defesa colorada estava atenta e bem postada, não permitia que a bola chegasse até Danilo Fernandes.

A formação tática utilizada por Celso Roth, com Ferrareis, Seijas e Alex, era bastante rápida na transição ofensiva, porém não era muito eficiente da marcação e dava espaços sobretudo na intermediária defensiva. Contudo, o Figueira não chegava a ser efetivo nas sua investidas e o jogo foi para o intervalo.

 

Segundo Tempo

As equipes retornaram para a segunda sem alterações, mas dessa vez com o Internacional deixando o Figueirense mais com a bola. O time de Roth não era tão ofensivo como no primeiro tempo, com as linhas mais defensivas e se utilizando do contra-ataque com Ferrareis, Seijas e Vitinho.

Mas o Figueira precisava vencer tanto quanto o Inter e se aventurava mais ao ataque, rondando a área colorada, sobretudo em bolas paradas. Rafael Moura era um perigo constante para a defesa. O jogo se mostrava tenso, porque o Inter deixava de atacar para se segurar atrás confiando em seus defensores.

Vitinho e Alex foram substituídos por Aylon e Valdívia, respectivamente e o Colorado ganhou novo fôlego na partida, saindo de trás. O técnico Marquinhos também mexia e mandou à campo dois atacantes, preenchendo mais o campo de ataque.

O jogo ficava aberto, com os dois times com chances de chegar ao ataque.  Aos 40′, a situação ficava mais dramática para o Inter, já que Fernando Bob sentia a virilha e saía de campo, deixando o time com 10 em campo. Mas o Colorado foi valente e conseguiu segurar o adversário, conquistando a vitória após 7 jogos.

 

Ficha Técnica

INTERNACIONAL 1 X 0 FIGUEIRENSE – 28ª RODADA BRASILEIRO

Gol: Vitinho. 4′ 1°T.

Internacional: Danilo Fernandes, William, Paulão, Ernando, Ceará, Rodrigo Dourado, Fernando Bob, Gustavo Ferrareis, Alex, Seijas e Vitinho
Técnico: Celso Roth

Figueirense: Gatito Fernández; Ayrton, Werley, Bruno Alves e Pará; Jefferson, Renato, Elvis e Dodô; Lins e Rafael Moura. Técnico: Marquinhos Santos.

Arbitragem: Luiz César de Oliveira Magalhães, auxiliado por Marcione Mardonio da Silva Ribeiro e Armando Lopes de Sousa (trio do Ceará).

 

Comentários