Thiago Galhardo marca em dobro e Inter vence o Bragantino por 2 a 0

Foto: Ricardo Duarte / S.C. Internacional

Com necessidade de vitória, o Inter entrou em campo para enfrentar o Bragantino, em Bragança Paulista. Com surpresas nas escalações, Moledo retornou ao banco para Zé Gabriel voltar ao time e Pottker assumiu a titularidade na partida.

O jogo começou bem frenético, com os dois times apostando na velocidade e no contra ataque, e o Inter já começou tendo chances logo cedo, ao primeiro mintuo  William Pottker invadiu a área em velocidade e bateu cruzado. Mas pegou fraco no arremate, e Julio Cesar fez a defesa tranquila. A arbitragem marcou o impedimento na sequência.

Mas aos 3, o Bragantino respondeu, Artur arrancou pela direita e lançou Claudinho na ponta direita. O meia cruzou, e Heitor afastou para escanteio. A arbitragem, no entanto, também marcou impedimento de Claudinho.

E nos primeiros 10 minutos, a frequência se manteve a mesma, com os dois times tentando se aproveitar dos erros adversários. Aos 8, mais uma tentativa colorada Thiago Galhardo recebeu dentro da área, domina e tentou o voleio. Ligger conseguiu travar. A bola foi para escanteio.

Mas depois de várias tentativas dos dois lados, quem conseguiu abrir o placar foi o Inter, Heitor recebei livre na direita e cruzou na medida para Galhardo, que testa para baixo, no cantinho, sem chances para Julio Cesar. 1×0 para o Internacional.

Aos 22, falta perigosa para o Bragantino, Alerrandro recebeu na entrada da área, cortaou Cuesta, mas recebeu a entrada de Zé Gabriel. Bragantino tinha boa chance, Claudinho encheu o pé na cobrança, mas a bola explodiu na barreira do Internacional.

Mas mesmo assim, quem marcou mais uma vez foi ele: Thiago Galhardo, ampliando o placar colorado. Lance parecido com o primeiro gol, Edenilson recebeu livre na direita e encontrou Galhardo, também livre, da marca do pênalti. Sem pular, ele cabeceiou no cantinho de Julio Cesar e ampliou para o Inter.

E ele não queria parar por ai, tentou mais uma vez, após sair de campo para receber atendimento, Galhardo já recebeu bola em velocidade, dominou e arriscou pro gol. Julio Cesar fez a defesa.

O Bragantino ia tentando, mas o primeiro tempo se encerrou e o Inter ainda continuava em vantagem.

O inicio do segundo tempo foi mais do Bragantino, tentando correr atrás do prejuízo. Aos 5 minutos, Claudinho abriu espaço e lançou para Raul, que apareceu livre na direita. O meia escorregou na hora de cruzar, e a bola saiu pela linha de fundo. Aos 9, Artur tentou inverter jogo com Tubarão e mandou uma pancada para o colega de time dominar. Tubarão saiu com bola e tudo pela linha lateral.

O Inter tentou aos 10, com Patrick. Cruzamento de Heitor na ponta direita, a bola escapou de Galhardo e ficou limpa para Patrick. Dentro da área, ele teve espaço de sobra, mas chutou mal, por cima do gol.

O jogo começou a se movimentar um pouco mais lento, alguns jogadores amarelados diminuíram a intesidade e o placar se manteve 2×0.

O Inter tocava a bola no meio-campo, e o Bragantino tentava pressionar, mas as duas equipes falhavam nas finalizações.

Aos 35, Edimar cobrou falta direto para o gol e mandou por cima de Lomba.

E aos 38, expulsão! Cartão vermelho para Thonny Anderson por entrada dura em Edenilson.

Na reta final, o Inter se fechou e protejou bem sua área, com tranquilidade nos passes.

E foi assim até o apito final, Inter garantiu sua vitória por 2 a 0, com dois gols de Thiago Galhardo.

* Por supervisão de: Marjana Vargas

Voltar Todas de Inter

Compartilhe esta notícia:

Com resultados da rodada, Inter precisa vencer para recuperar vice-liderança do Brasileiro
Coudet valoriza resultado contra Bragantino após mais dias de recuperação
Deixe seu comentário