Súmula da partida relata agressão de zagueiro colorado em preparador de goleiros do Sport

Foto: Ricardo Duarte / S.C. Internacional

Além da expulsão de Uendel, na partida contra o Sport, quem também levou o cartão vermelho foi Zé Gabriel. No entanto, a expulsão se tornou uma dúvida para quem assistia a partida, afinal, o zagueiro estava entre os reservas da equipe colorada e não foi visto o motivo da punição. A razão foi encontrada na súmula da partida. O árbitro Rodolpho Toski Marques relatou que Zé Gabriel, aos 38 minutos, do primeiro tempo, deu um soco no pescoço do preparador de goleiros do Sport, membro da comissão técnica de Jair Ventura.

”Motivo: V2. For culpado de conduta violenta – Por dar um soco no pescoço do preparador de goleiros da equipe adversária, sr. Jorcey Garcia Santos, com a bola fora de jogo e a partida paralisada, estando ambos entre os reservados técnicos.”, foi descrito.

Uendel levou cartão vermelho aos 25 minutos da primeira etapa. A justificação foi dada pelo árbitro como uma falta tática, cometida pelo lateral esquerdo, em cima de Marquinhos, impedindo uma oportunidade clara de gol da equipe de Recife.

A dupla terá que cumprir suspensão no final de semana diante do Vasco. No lugar de Uendel, Abel Braga contará com Moisés, que ficou fora do jogo da última quarta-feira por ter levado o terceiro cartão amarelo no empate em 0 a 0 com o Athletico-PR. A lista de desfalques segue com Patrick e Leandro Fernández, já que ambos levaram o terceiro cartão amarelo contra o Sport. Para o lugar do meia, o treinador terá que escolher entre Nonato, Marcos Guilherme, Maurício, Peglow e Thiago Galhardo.

Mesmo com a derrota, o Inter segue na liderança do Brasileirão com 66 pontos. O jogo com o Vasco será disputado neste domingo, às 16h, em São Januário.

* Por supervisão de: Marjana Vargas

Voltar Todas de Inter

Compartilhe esta notícia:

Perto de anúncio, saiba como será a transferência de Pepê ao Porto
Beira-Rio recebe drive-thru de vacinação para a Covid-19
Deixe seu comentário