Som da torcida e estádio decorado: Vice-presidente de Marketing do Inter explica como o clube está se preparando para receber o Grenal

Foto: Rádio Grenal

Apesar das indefinições sobre o Grenal da próxima semana acontecer ou não no Estádio Beira-Rio, o Inter, que é o mandante do jogo, já se prepara para receber a partida. Mesmo sem púbico e seguindo todos os protocolos de saúde, o clube pretender encontrar outras maneiras de fazer com que o jogo tenha cara de clássico.  Foi sobre isso que o Vice-presidente de Marketing e Mídias Sociais colorado, Nelson Pires, falou, em entrevista à rádio Grenal.

“Temos duas perspectivas. A primeira, de que será um evento televisivo, nossos torcedores estarão todos em casa acompanhando o jogo, então precisamos que tenha uma boa qualidade de imagem e som no estádio… Esta é a primeira perspectiva. A segunda é pensando nos nossos atletas. Jogar em casa sempre foi fator decisivo, porque a torcida sempre ajudou o nosso time a ganhar. Agora, infelizmente não teremos torcida. Primeiro, vamos decorar o estádio. Enquanto tiver bola rolando, vamos utilizar o equipamento de som para simular a presença do torcedor“, explicou Nelson.

Segundo o dirigente, o clube procurou diferentes formas de deixar o jogo o mais parecido com a realidade possível, mas dentro das opções, optou pelo som da torcida, com cânticos das organizadas: “Não tínhamos todos cânticos gravados com qualidade para utilizar e preparar um jogo sem torcida.  Temos todos os momentos do jogo registrados digitalmente, e isso permite que a gente eve para o estádio um certo realismo. Acho que vamos conseguir passar uma boa sensação tanto para atletas quanto para a torcida em casa.”

“Nós contamos bastante com a ajuda das torcidas organizadas e dos consulados, que estarão representados de alguma forma no estádio” ressaltou Nelson.

Recentemente o clube lançou a campanha ‘Estaremos Contigo’, que dará aos colorados que se associarem até 2 de agosto, e aos que se mantiverem adimplentes por seis meses, uma camiseta exclusiva e o nome em um monumento que será erguido no Complexo Parque Gigante.

“Foi um grande chamado para o nosso torcedor. Um momento de homenagear os sócios. O sócio é o grande ponto de apoio do Inter. Muitas pessoas que ficaram inadimplentes colocaram suas mensalidades em dia, muitos anteciparam os seis meses. Mas de fato o efeito econômico dessa campanha aumentou as receitas do mês de junho do quadro social em 28% em junho em reação a maio. Já posso adiantar que tivemos milhares de novos sócios”.

* Por supervisão de: Marjana Vargas

Voltar Todas de Inter

Compartilhe esta notícia:

“A formação de jogadores não é uma indústria”, ressalta presidente Colorado Marcelo Medeiros
Debaixo de chuva, Inter dá seguimento em treinos coletivos na tarde desta quinta-feira
Deixe seu comentário