Símbolos da história colorada se pronunciam sobre aniversário do Estádio Beira-Rio

Foto: Site Oficial/Divulgação

Existe uma frase gravada logo na entrada do túnel de acesso ao gramado que ajuda a compreender a história do estádio José Pinheiro Borda, que entrou para a história e para o coração dos torcedores como o Gigante da Beira-Rio: “Nunca duvide de um povo que ergueu um gigante sobre as águas”. O Beira-Rio, casa do Inter e erguido, em parte, pelas mãos de seus próprios torcedores completa 51 anos de vida nesta segunda-feira, 6 de abril.

Em entrevista à Rádio Grenal, durante o programa Contra Ataque, o ex-ponta direita Valdomiro lembra com carinho da época em que vestiu a camisa colorada e deu o primeiro passo para se tornar parte da história do clube. “É uma alegria muito grande para mim falar da minha paixão por esse clube. Não é qualquer um que veste esta camisa. Me sinto muito orgulhoso. É um dos maiores clubes do futebol brasileiro e do mundo. O Beira-Rio é minha casa. Estive na inauguração, em 1969, contra o Benfica, quando o Claudiomiro fez o gol em cruzamento meu. Foi onde iniciei e terminei a carreira de jogador. O Beira-Rio me ensinou a ser gente”, afirmou o ex-jogador.

Também durante entrevista ao programa Contra Ataque, Paulo Roberto Falcão destacou que o momento atual que passamos por conta da Covid-19, nos exige pensar mais no que determinadas datas comemorativas poderiam auxiliar no combate a proliferação do coronavírus. “Momento é mais de pensar em outras coisas do que aniversário de Inter, Grêmio, Barcelona. Acho que os clubes poderiam ajudar mais neste momento, CBF também. O que não pode entrar agora é questão política”, explicou o ex-volante do Internacional e Seleção Brasileira.

O Estádio Beira-Rio é palco das grandes conquistas do Inter eternizadas no gramado por onde passaram grandes craques do clube. Por conta da pandemia do coronavírus que acabou paralisando as atividades esportivas mundiais, o estádio, embalado pela cantoria de seus seguidores, terá um aniversário sem futebol.

* Por supervisão de: Marjana Vargas

Voltar Todas de Inter

Compartilhe esta notícia:

Guerrero completa um ano vestindo a camisa colorada
“Impossível completar esse calendário em 2020”, avalia vice de futebol do Inter
Deixe seu comentário