Semana da Libertadores: As mudanças do Inter em relação ao último jogo da competição

Foto: Ricardo Duarte / S.C. Internacional

Na próxima quarta-feira (16), a Libertadores retorna e o Inter de Eduardo Coudet terá mudança em quase todas as posições, após 6 meses sem atuar na competição, o time sofre com lesões e suspensões no elenco, portanto, deve ter 7 alterações em relação ao último jogo.

As trocas se justificam pela ausência de titulares: Cuesta e Edenilson foram punidos pela Conmebol pela briga entre atletas no Grenal 424. No sistema defensivo, há uma dúvida entre Moledo e o jovem Pedro Henrique, que iniciou como titular na partida contra o Goiás. Já no meio-campo, a dúvida é entre Lindoso e Nonato para iniciar o confronto. Também estão impedidos de atuar o lateral Moisés e o meio-campista Bruno Praxedes, que poderiam iniciar a partida mas também estão suspensos pela briga no Grenal.

A lista se alonga com a ausência de Bruno Fuchs, que foi vendido ao CSKA (RUS), seu substituto deve ser Zé Gabriel, que vem ganhando espaço no time titular. Por critério de Eduardo Coudet, mais duas mudanças devem ocorrer, Saravia na vaga de Rodinei e Johnny na posição que era de Musto.

Também por lesões, Coudet não poderá contar com Guerrero, que está fora até o final da temporada, portanto D’Alessandro e Abel Hernández disputam a vaga do peruano. Marcos Guilherme que iniciou a partida no Grenal, em março, não será opção, após uma entrada forte sofrida por um jogador do Goiás, no último domingo (13), no entanto, Patrick já vem sendo titular e deve ser a opção do técnico para a vaga.

 

* Por supervisão de: Marjana Vargas

Voltar Todas de Inter

Compartilhe esta notícia:

Semana de Libertadores: as novidades da dupla Grenal na competição
Após derrota para o Goiás, Inter retoma os treinos visando a Libertadores
Deixe seu comentário