Rodrigo Dourado faz primeiro jogo como titular após lesão

Volante iniciou e foi capitão na derrota do Inter por 2 a 0 para o Santos neste sábado, na Vila Belmiro.

Foto: Ricardo Duarte / S.C. Internacional

Cerca de 500 dias depois, o torcedor colorado teve uma surpresa no time titular na partida contra o Santos, pela 21ª rodada do Campeonato Brasileiro, no último sábado (14). Rodrigo Dourado esteve entres os 11. O volante iniciou sua primeira partida desde a volta aos gramados após mais de um ano em recuperação de um edema ósseo no joelho direito.

No entanto, o resultado passou longe de ser positivo para o colorado. Foi a segunda derrota seguida do Abel Braga, em apenas 2 partidas no comando técnico do time. Já no Campeonato Brasileiro, o Inter somou 4 partidas sem vitórias, com isso, perdeu o posto de líder na competição.

Porém, para Dourado há esperança. Mesmo com a derrota, o desempenho do capitão foi aprovado pelo treinador e deve abrir caminho para uma sequência na equipe.

A última vez em que o volante havia iniciado uma partida foi na derrota de 1 a 0 para o Palmeiras, no Allianz Parque, pela Copa do Brasil de 2019. Contra o Santos, o volante atuou durante 77 minutos, até ser substituído por Bruno Praxedes. Antes disso, ele havia estado em campo por 54 minutos nos três jogos anteriores na temporada.

”Algumas substituições foi para poupar alguém. Principalmente o Dourado, que dá nível técnico e tático muito grande à equipe. Ele não vinha começando um jogo há muito tempo e foi muito acima do normal”, afirmou Abel, em coletiva após a partida contra o Santos.

Dourado voltou a atuar recentemente, após um tortuoso ano de recuperação em que recorreu a sessões de fisioterapia em Chicago, nos Estados Unidos, e até a aplicações de células-tronco. O jogador relatou, em entrevistas, o medo de não conseguir mais jogar futebol e deu detalhes sobre o doloroso ano longe dos gramados.

O seu retorno oficial foi na vitória de 5 a 3 sobre o Sport, na Ilha do Retiro. Ainda sobre o comando do técnico Eduardo Coudet, o jogador se emocionou ao entrar em campo depois de tanto tempo.

Sua escalação como titular é consequência de uma mudança de avaliação a partir da saída de Eduardo Coudet e da chegada de Abel Braga. A comissão técnica anterior entendia que o volante ainda não atingia os níveis de intensidade almejados para ganhar mais minutos em campo.

Com a derrota neste sábado, o Inter perdeu a liderança do Brasileirão. Quem assumiu foi o Atlético-MG. O colorado virou terceiro colocado, com 36 pontos e volta a campo pela competição no domingo, às 18h15, para enfrentar o Fluminense no Beira-Rio, pela 22ª rodada. Antes, no entanto, há compromisso pela Copa do Brasil, contra o América-MG, no Independência, na quarta-feira (18), às 21h30. O Inter perdeu o jogo de ida por 1 a 0.

* Por supervisão de: Marjana Vargas

Voltar Todas de Inter

Compartilhe esta notícia:

Johnny fala sobre experiência na seleção norte-americana: “Vou voltar ainda melhor”
Abel Hernández tem lesão confirmada e desfalca Inter por três semanas
Deixe seu comentário