Ramirez projeta seu primeiro clássico e exalta: “Nunca sonhei que poderia viver como treinador”

Ramirez está animado para o seu primeiro clássico Grenal

Foto: Ricardo Duarte / S.C. Internacional

O Inter manteve sua 5ª partida sem derrota, o empate de 0 x 0 com o São José deixou o colorado isolado na liderança com 17 pontos. Mesmo com o placar em branco, não foi por falta de oportunidades criadas mas que acabou parando nas ótimas defesas do goleiro do zequinha, Fábio.

Miguel Ángel Ramirez projetou em coletiva alguns assuntos importantes que rondam o Grenal 430:

GRENAL 430

No próximo sábado (03), o Grenal 430 marcará o primeiro clássico de Miguel Ángel Ramirez no comando do Inter. Sobre ser uma novidade, o treinador espanhol elogiou o técnico do Grêmio, Renato Portaluppi: “Tem um grande treinador, com tempo e isso facilita a todos. E quem vem de novo se adapta a muito mais rápido”.

POSSÍVEL ESCALAÇÃO

Ramirez vem dando oportunidades a todos do elenco do colorado, seja jovem ou os mais experientes. Sobre uma possível escalação para o clássico, Miguel Ángel Ramirez confirmou que irá a campo com aquilo que imagina ter de melhor disponível para o confronto: “Nós este sábado vamos tentar colocar nossa melhor espinha dorsal, a mais competitiva para esta partida, mas não posso assegurar que vai ser a espinha dorsal de sempre”.

Entretanto, fez questão de reiterar que o time titular que jogará contra o Grêmio não significa ser o produto final daquilo que Ramirez pensa para a equipe: “Pode ser, mas como respondi antes, os altos e baixos de rendimento, pode ser que esta espinha dorsal mude”.

SONHO

Durante a coletiva, o espanhol elogiou o tamanho e peso que um clássico Grenal tem a nível nacional e mundial. Feliz com o momento, Ramirez exaltou: “Nunca sonhei que poderia viver como treinador, e estou muito feliz (comandar o Inter no Grenal). E sei da importância que tem para a cidade”, reiterou.

* Por supervisão de: Marjana Vargas

Voltar Todas de Inter

Compartilhe esta notícia:

Na estreia de Palácios, Inter fica no empate com o São José
Alexandre Mendes elogia base, e projeta Grenal: “Todos tem condições de jogar”
Deixe seu comentário