Ramirez não resiste à eliminação na Copa do Brasil e é demitido do Inter

Mesmo afastado por ter positivado para Covid-19, o treinador espanhol não suportou a pressão em ter sido eliminado na Copa do Brasil e deixa o comando técnico colorado

Foto: Ricardo Duarte / S. C. Internacional

A eliminação precoce na terceira fase da Copa do Brasil culminou na demissão do técnico Miguel Ángel Ramirez do Inter. A derrota para o Vitória pelo placar de 3 a 1, dentro do estádio Beira-Rio, fez com que o espanhol não aguentasse a pressão imposta pelos péssimos resultados apresentados nas últimas partidas.

Ramirez havia recém completado 100 dias a frente do comando colorado. O revés diante dos baianos foi apenas mais um resultado ruim na trajetória do profissional de 36 anos no Inter. Anteriormente, o time já vinha de um péssimo placar, quando perdeu de goleada para o Fortaleza por 5 a 1 na segunda rodada do Campeonato Brasileiro. Em um pouco mais de três meses morando em Porto Alegre, Miguel viveu momentos de altos e baixos no clube gaúcho.

Afastado por ter testado positivo para a Covid-19 na última quarta-feira (09), Miguel Ángel Ramirez não esteve na casamata do estádio Beira-Rio diante do Vitória. No seu lugar, estava seu auxiliar técnico, Martín Anselmi, argentino de 35 anos. Mesmo de longe, o espanhol não aguentou a pressão e acabou sendo demitido do cargo de técnico do Inter.

O anúncio oficial feito pelo Inter questão de tempo. Ontem, em entrevista coletiva, o presidente Alessandro Barcellos não havia garantido a permanência do estrangeiro para o próximo confronto colorado. “As razões é que terminou o jogo há pouco, fazem 30 minutos. Não vamos tomar atitudes no calor do momento. Iremos nos reunir para uma reavaliação”, explicou o dirigente. Logo após a partida, conforme apurado pela equipe de reportagem da Rádio Grenal, já havia um movimento interno no clube que mostrava o possível desligamento do treinador.

Miguel Ángel Ramirez tinha contrato assinado até dezembro de 2022 com o Inter, especula-se que a multa do treinador espanhol está na casa de um milhão de euros (um pouco mais de R$ 6 milhões na cotação atual). Entretanto, o clube gaúcho ainda não divulgou os moldes em que foram acordados a rescisão de contrato entre ambas as partes.

Além disso, outro fato importante é que caso seja confirmado o rompimento de contrato através do Inter, o clube só poderá contratar apenas um técnico para o restante da temporada. Vide a nova regra imposta pela CBF para o seguimento dos times que disputam o Campeonato Brasileiro.

Ramirez deixa o Inter após 21 partidas, 10 vitórias, quatro empates e sete derrotas. No total, o treinador obteve um aproveitamento de 53,9% comandando o colorado em três meses como técnico do time gaúcho.

* Por supervisão de: Marjana Vargas

Voltar Todas de Inter

Compartilhe esta notícia:

Tiago Nunes critíca gramado e aprova atuação tricolor no empate diante do Brasiliense
Jogando em casa pelo Brasileirão, Grêmio perde por 1 a 0 para o Athletico-PR
Deixe seu comentário