Projetando partida contra o Deportivo Táchira, Edenílson destaca: ”Precisamos fazer nosso jogo”

Foto: Ricardo Duarte / S.C. Internacional

O volante do Internacional, Edenílson, concedeu entrevista coletiva na tarde desta segunda-feira (26). O jogador projetou o duelo de amanhã contra o Deportivo Táchira pela Copa Libertadores, também falou da chegada de Taison e fez um balanço das últimas temporadas dele com a camisa colorada.

Deportivo Táchira

Pela segunda rodada da Copa Libertadores, o Internacional recebe no estádio Beira Rio o time da Venezuela às 21h30 e uma vitória é fundamental para prosseguir na competição. A preparação colorada para enfrentar o adversário foi montada por Ramírez e passada pelos atletas em forma de vídeo. Para Edenílson, a equipe venezuelana pode causar dificuldades ao time colorado e portanto, o trabalho feito pelos jogadores é importante: ”A gente sabe que é uma equipe perigosa, que tem dois extremas que são rápidos. Principalmente precisamos fazer nosso jogo, propor nosso jogo. Até por estarmos em casa, por termos estreado com a derrota, precisamos ir a todo custo atrás da vitória.”

Taison

A principal contratação do Inter na temporada foi o atacante formado no Celeiro de Ases. A volta de Taison é vista como fundamental no vestiário: “Vai nos ajudar tanto dentro de campo quanto fora dele.” A qualidade, e os treinamentos também foram destacados por Edenílson: “É uma pessoa que dispensa comentário, não é atoa que ficou tantos anos jogando na Europa, e pelos treinos que eu vi ele continua muito rápido.”

Vice-campeonatos

Edenílson e o clube estiveram perto de levantar uma taça por duas oportunidades. Em 2019 ao perder a final da Copa do Brasil para o Athletico-PR e na temporada passada ao terminar na segunda colocação do Campeonato Brasileiro 2020. O atleta lamentou, mas ressaltou o que vem sido feito: “Futebol é resultado, mas tem que se olhar para um trabalho todo que têm por traz.” O meio-campo completou: “Nos últimos dois anos chegamos perto de conquistar um título, mas tiramos isso como lição, e quanto mais perto de ganhar, uma hora você ganha. Agora é trabalhar e acreditar no trabalho.”

* Por supervisão de: Marjana Vargas

Voltar Todas de Inter

Compartilhe esta notícia:

Ramirez fala sobre posição de Taison e Patrick e ainda defende Palácios: “Imagine vocês com 20 anos”
Taison deve estar à disposição e pode estrear contra o Táchira
Deixe seu comentário