Polêmicas, desempenho e confiança: Conheça os três profissionais que Ramirez trouxe para a comissão técnica do Inter

Na foto, aparece Ramirez, à esquerda, Martín Anselmi de boné e Luis Piedrahita de óculos

Foto: Instagram / Reprodução

Miguel Ángel Ramirez foi anunciado de forma oficial na última terça-feira (02) como novo técnico do Inter. Consigo, trouxe profissionais de sua extrema confiança para sua comissão técnica. Tratam-se de três profissionais, de três países diferentes: um auxiliar técnico, um analista de desempenho e um preparador físico.

A vinda destes profissionais acarretaram em algumas polêmicas nos últimos dias, mas aqui você conhecerá um pouco mais da história dos auxiliares com Ramirez e o que os mesmos tem a agregar ao plantel colorado.

AUXILIAR TÉCNICO

A função tem como principal objetivo ser o braço direito do técnico. Em sua grande maioria, parte deste profissional deve cuidar da organização dos treinamentos e dar sua opinião ao treinador em momentos decisivos na escolha do time titular. Assim como, auxiliar ao máximo para que o comandante principal da casamata foque apenas em seus adversários e em estabelecer um plano de jogo.

O profissional escolhido para esta função é o argentino Martín Anselmi, que estava com Ramirez no Independiente Del Valle. Os dois profissionais respiram as mesmas ideias em relação ao futebol, e com isso criaram uma relação de extrema confiança. Foi no Equador que se conheceram, em 2018, quando Anselmi trabalhava nas categorias de base do Universidad Católica de Quito e era adversário direto do treinador espanhol.

Ramirez chamou Anselmi em 2019 para trabalhar junto, quando o treinador assumiu de forma interina o time profissional do Independiente Del Valle, ano que foram campeões da Copa Sul-Americana. O principal motivo que fez o espanhol convidar o argentino para juntar-se a sua comissão técnica, foi a experiência adquirida por Anselmi no profissional quando trabalhou junto com Gabriel Milito, no Independiente-ARG, em 2016.

ANALISTA DE DESEMPENHO

Com a evolução do futebol e o passar dos anos, ouvimos cada vez mais falar do tal analista de desempenho. Profissional este que fica à cargo de toda a parte dos dados e estatísticas do time, dos adversários e jogadores individualmente falando. Ou seja, praticamente tudo. Quem irá desempenhar esta função no estádio Beira-Rio, é o colombiano Luis Piedrahita. O profissional incorporará a equipe do setor de análise de desempenho do Inter e contribuirá com análise de vídeos que chegará nas mãos de Miguel Ángel para que o técnico esmiuce todas as qualidades e defeitos dos adversários do colorado.

PREPARADOR FÍSICO

Ex-jogador de futebol profissional, talvez este seja o nome que mais causou notícias e até polêmicas nos últimos dias. Isso porque, Cristiano Nunes, então preparador físico do Inter desde 2017, deixou seu cargo a disposição após a chegada deste profissional. Estamos falando de Cristóbal Fuentes, de 31 anos, e que se aposentou em 2016 para virar preparador físico.

Além do pedido de demissão do atual preparador físico do colorado, um dos motivos pelo qual mais gerou polêmica nos últimos dias é o currículo apresentado por Fuentes. O jovem estava no pequeno clube, Tenerife, da segunda divisão da Espanha, e que atualmente encontra-se na décima posição da competição.

A escolha de Ramirez gerou controvérsias, pois o nível de exigimento proposto pelo futebol brasileiro é muito maior que o de um clube modesto de uma divisão inferior da Espanha. Ainda, o calendário, principalmente em época de pandemia, será muito mais requisitado e um fator determinante no preparo físico dos atletas para que não haja diversas lesões durante a continuidade da temporada. Além do pouco espaço de tempo entre um jogo e outro, as diversas viagens, sejam de ônibus ou de avião, para atravessar o país e o continente sul-americano, preocupa parte dos torcedores colorados.

 

No Equador, Ramirez trabalhava também com outro auxiliar técnico, Felipe Sánchez, que permaneceu no país. E também o preparador de goleiros, o português Ricardo Pereira. Profissional este que o treinador espanhol teve de abrir mão, tendo em vista que a direção colorada não quis desfazer-se do seu atual especialista na função, Daniel Pavan.

Vale lembrar, que tanto Martín Anselmi, quanto Cristóbal Fuentes, assim como Miguel Ángel Ramirez, fizeram parte do Aspire Academy, do Catar. Trata-se de uma instituição que investe milhões de dólares todos os anos no desenvolvimento do futebol e na capacitação de diversos técnicos estrangeiros para estudar assuntos relacionados ao esporte de alto rendimento.

* Por supervisão de: Marjana Vargas

Voltar Todas de Inter

Compartilhe esta notícia:

Pelotas x Inter, escalações, arbitragem, momentos e transmissão
Inter sofre gol no apagar das luzes e fica no empate com o Pelotas
Deixe seu comentário