Pepê e Porto confirmam transferência e atacante vai a Portugal em junho

Foto: Lucas Uebel / Grêmio FBPA

Nessa quarta-feira (27), a reportagem da Rádio Grenal teve a confirmação da venda de Pepê para o Porto, de Portugal. O atacante estava envolvido nos boatos de uma possível ida ao futebol português desde meados de setembro, na abertura da janela de transferências europeias na época. No entanto, Grêmio recusou e a venda não se deu.

Por outro lado, agora o jogador já poderá deixar suas malas prontas. A venda do atacante de 23 anos foi definida por 15 milhões de euros, mais 12,5% de mais-valia. O jogadora ficará no Brasil até junho e depois ruma para o clube português, com quem discute agora um contrato válido entre 4 e 5 anos.

Com a ida programada apenas para junho, o técnico Renato Portaluppi poderá contar com o jogador para as finais da Copa do Brasil, ainda sem datas definidas e também para a reta final do Campeonato Brasileiro. Pepê disputou 130 jogos com a camisa tricolor, anotando 29 gols. Nas últimas oito partidas, porém, o atleta vive uma seca, sem ter conseguido balançar as redes adversárias.

Perguntado sobre a queda de rendimento do atleta, Renato falou, em coletiva após a derrota no Grenal 429, no último domingo (24):

”Vocês devem perguntar é para o empresário do Pepê. O Pepê vinha jogando bem, nos ajudando e tendo grandes atuações. Foi só falar que tinha várias propostas da Europa e deu no que deu. Já tinha falado sobre isso. Essa pergunta tem de ser feita para o empresário.”, declarou o comandante gremista.

Mesmo que a Europa esteja cada vez mais próxima, Pepê ainda tem jogos importantes e decisivos pelo Grêmio. Nessa quinta-feira (28), o Tricolor receberá o Flamengo na Arena, às 20h, em jogo atrasado da 23ª rodada do Campeonato Brasileiro e o atacante deverá ser titular da equipe gremista.

* Por supervisão de: Marjana Vargas

Voltar Todas de Grêmio

Compartilhe esta notícia:

Após dia de folga, elenco colorado retoma treinamentos com foco no Bragantino
Ronaldo Fenômeno escala Uendel em sua seleção da Copa Libertadores 2020
Deixe seu comentário