O legado da Copa São Paulo na dupla Grenal

Bruno Praxedes, pelo Inter e Diego Rosa, pelo Grêmio, foram os principais destaques na edição 2020

Foto: Montagem sobre Ricardo Duarte/S.C.Internacional e Alexandre Loureiro/CBF

De maneira inédita, Grêmio e Inter protagonizaram a decisão da Copa da São Pulo de Futebol Júnior de 2020, principal competição de base do futebol nacional. O título, definido nos pênaltis e conquistado pelo colorado, colocou em evidência as futuras promessas que estão sendo formadas no Rio Grande do Sul. E, estas joias já poderão ser vistas no profissional em breve. Além das boas atuações, a crise da pandemia trouxe impactos no futebol que pode acelerar o processo de revelação dos jovens.

Desde a decisão no primeiro mês no ano, o legado da Copa São Paulo já começa a ser visto nos times principais. Eleito o melhor jogador da edição 2020, o meia Bruno Praxedes já vem ganhando espaço com o técnico Eduardo Coudet. Já são cinco jogos disputado entre os titulares até a paralisação do futebol. Além dele, Guilherme Pato, autor do gol de empate com o Grêmio no tempo regulamentar (o time venceu por 3 a 1 nos pênaltis), já soma três partidas oficiais com o time principal e deve ter a renovação de contrato em breve.

Guilherme Pato foi um dos jovens que esteve na lista para a disputa do Gauchão. Foto:(Ricardo Duarte/S.C.Internacional)

Titular da defesa na copinha, o zagueiro Tiago Barbosa também foi alçado aos treinamentos do profissional. Capitão do título, o meia Cesinha também gera expectativa por seu futuro e pode ganhar oportunidades na retomada das competições. É mais um nome que terá o vínculo renovado.

Além de garantir opções para dentro de campo, a direção atua para garantir os frutos fora de campo. Visto como das principais promessas das categorias de base, o Inter renovou com o atacante João Victor, de 18 anos. O novo vínculo passa a valer até o final de 2021, com valorização salarial e multa rescisória estipulada em 60 milhões de euros.

Vice-campeão do torneio de base, o Grêmio também trabalha para lapidar os garotos e promoção ao profissional de alguns nomes está prestes a ocorrer. A saída de Caio Henrique tem relação direta neste processo, especialmente, na lateral-esquerda. Com a crise nas finanças, o clube observa o mercado, mas a escolha por uma reposição deve estar “em casa”. Além de Guilherme Guedes, principal candidato que vem do Grupo de Transição, Matheus Nunes é o próximo da fila e também deve ganhar espaço entre os profissionais.

De contrato renovado, o lateral-direito Vanderson já é alvo de análise do técnico Renato Portaluppi e é o próximo a alçar ao principal. Com boas atuações, o jogador foi o titular da posição na maioria das partidas da Copa São Paulo de Futebol Jr, onde também anotou um belo gol.

Elias é mais um nome que será alçado ao time principal. Foto: (Divulgação/Grêmio FBPA)

Para o sistema ofensivo também tem reforço pronto para ganhar oportunidade. Eleito o melhor jogador da final e com belas atuações durante a Copa São Paulo, Diego Rosa é aguardado pelo torcedor gremista vestindo a camisa tricolor na equipe principal. Mesma situação de Rildo, meia que também renovou e deve ser a novidade no grupo principal.

Com a sete de Renato às costas, Elias chamou a atenção pelo rendimento durante a competição. Foram nove jogos e seis gols marcados. Número que garantem a ampliação de contrato, a ser assinada em breve, e a oportunidade de subir mais um degrau na carreira.

 

* Por supervisão de: Marjana Vargas

Voltar Todas de Dupla Grenal

Compartilhe esta notícia:

Dupla Grenal prepara uma nova leva de testes para Covid-19
Após atualização de bandeira, dupla Grenal aguarda posicionamento da prefeitura de Porto Alegre sobre realização de treinamentos
Deixe seu comentário