“Nada decidido”: Após derrota no 1° jogo, Odair aposta em força do Beira-Rio para fazer o resultado e conquistar o título da Copa do Brasil


Por: Valéria Possamai,

O revés por 1 a 0 no jogo de ida das finais não tirou a confiança do Inter em busca da conquista do título da Copa do Brasil. Mesmo precisando do resultado na próxima quarta-feira, na decisão de volta, o time confia no poder do fator Beira-Rio em busca do bicampeonato, ao lado de seu torcedor. Em entrevista coletiva após a partida na Arena da Baixada, o técnico Odair Hellmann destacou que não há nada decidido e a equipe tem condições de fazer o resultado em seus domínios.

“Dentro do aspecto geral o jogo ficou dentro das características que a gente esperava. No segundo tempo estabilizou as ações ofensivas. Eles ainda tiveram mais uma oportunidade com o Rony. O jogo de futebol tem muitas situações. A gente veio para um enfrentamento de igual para igual aqui. Vamos buscar manter as nossas características, as nossas estratégias. Mas ainda não tem nada decidido. Vamos para dentro da nossa casa, fazer o nosso jogo, junto com o torcedor para conseguir esse título. Falei no Vestiário, o Athletico teve a oportunidade deles aqui. Agora nós vamos buscar a nossa oportunidade em casa”, avaliou o comandante colorado.

Para buscar a diferença em casa, Odair destacou que o time precisa de organização para reverter a desvantagem em Porto Alegre. Além disso, o comandante também conta com o poder do torcedor para manter o nível de confiança de moral dos atletas. “Eles tiveram a oportunidade deles e nós vamos ter a nossa. Precisamos tirar a diferença e com muita organização buscar a vitória”. sobre a oportunidade de disputar o segundo jogo em casa. Athletico não é forte aqui? Flamengo não é forte no Maracanã? Palmeiras não é forte em casa? O Inter também é forte no Beira-Rio .Torcedor desde o primeiro dia que eu assumi, lá na Série B em um jogo contra o Oeste, sempre fez muita diferença. É um jogo de paciência. Os jogadores precisam de confiança e de moral e o torcedor sabe disso. O mais importante: consciência que a final é no Beira-Rio. O jogo vai ter que acontecer na nossa casa. Vamos buscar a diferença e depois buscar a vitória que vai nos dar a possibilidade do título”.

Depois da primeira decisão, o time tem compromisso pelo Campeonato Brasileiro antes do jogo de volta em Porto Alegre. No domingo, o enfrentamento é contra o Atlético-MG, fora de casa. “Amanhã temos treino aqui. Depois de voltar à Porto Alegre, vamos conversar. Temos que tomar a melhor decisão para o jogo do Campeonato Brasileiro. Precisamos buscar o gol do início ao fim, junto com o nosso torcedor.”

Como fica?

Com a derrota, o Inter precisa vencer por pelo dois gols de diferença para a garantir o título no tempo normal. Em caso de vitória por um gol de diferença, a taça será decidida nas penalidades máximas.  A finalíssima ocorre na próxima quarta-feira, às 21h30, no estádio Beira-Rio.

Foto: (Ricardo Duarte/S.C.Internacional)

 

Comentários

>