Mesmo sem gol e assistência, Taison esbanja categoria no meio-campo do Inter

Taison vem sendo o grande destaque no elenco colorado

Foto: Ricardo Duarte / S. C. Internacional

Em busca de novas conquistas para acabar com o jejum de 10 anos sem títulos relevantes, Taison retornou para casa e virou dono da camisa 10 e da braçadeira do Inter. Sem marcar gols ou assistências até aqui, o jogador demonstra em campo que oportunidade não faltam para que a primeira participação direta para um gol aconteça.

Taison foi anunciado em abril como o maior reforço colorado para a temporada 2021. O jogador herdou o lendário número deixado por seu ídolo, Andrés Nicolás D’Alessandro, e desde então vem demonstrando em campo que a mesma ficou em boas mãos. Desde que chegou em Porto Alegre, o atacante já atuou em oito partidas defendendo as cores vermelho e branco.

Com o número de gols e assistências zerado, o ídolo já tem 20 passes decisivos que colocaram os atacantes do Inter em situação perigosa diante do adversário. Inclusive, saiu de seus pés a bola que Edenílson recebeu para sofrer o pênalti no último domingo na vitória diante do Bahia por 1 a 0. É uma média criativa de 2,5 chances de gols por Taison, evidenciando uma inferioridade na resolução das jogadas dos atacantes do Inter.

Além disso, o jogador vem conseguindo entregar em campo uma alta média nas recuperações de bola tendo em vista sua posição de meia atacante. Na última partida, Taison obteve oito vitórias dos 13 duelos diante do Bahia, dando um resultado de 62% de aproveitamento. Com 696 minutos em campo, o meia tem uma nota média de 7.39 segundo os dados do SofaScore.

Confira o mapa de calor de Taison nas primeiras oito partidas com a camisa do Inter:

* Por supervisão de: Marjana Vargas

Voltar Todas de Inter

Compartilhe esta notícia:

Inter intensifica busca por um novo técnico nesta segunda-feira
“É sempre assim”: Em live, Jean Pyerre desmente possível saída do Grêmio
Deixe seu comentário