Marcelo Lomba comemora números da defesa do Inter no início da temporada: “São de equipe que briga por título”

Time sofreu 7 gols em 15 jogos

Foto: (Ricardo Duarte/S.C.Internacional)

Titular absoluto com o técnico Eduardo Coudet, o goleiro Marcelo Lomba comemorou as estatísticas do sistema defensivo do Inter neste início de temporada, interrompido pela pandemia do Covid-19. Nos 15 jogos disputados, o time até aqui sofreu 7 gols, ainda sem ser vazado na disputa da Copa Libertadores.

Os dados são destacados pelo arqueiro levando em conta a alteração de peças no sistema defesa no início de 2020. 14 atletas diferentes já foram dispostos na linha de quatro defensores.

“O time tem, às vezes, mudanças por causa do calendário e da quantidade de jogos, e todo mundo tem dado respaldo. Essa média de gols não é de um ou outro que jogam, mas sim de todos. A gente está se sentindo bastante confortável, mas é claro que isso demanda tempo, pegar 100% do que o Coudet tem para nós taticamente. Isso, só o tempo dá”, declarou Lomba, em entrevista para a Mídia do clube.

Lomba ainda não sofreu gols na disputa da Libertadores. Foto:(Ricardo Duarte/S.C.Internacional)

A marca sem gols nos seis jogos pela Libertadores já é a maior registrada pelo clube no torneio continental, e que já fazem o goleiro citar a conquista de título: “A gente está bastante feliz com esses números da defesa, são de equipe que briga por título. É muito importante, principalmente quando você disputa torneios de mata-mata, duelos classificatórios, pois nos deixa mais perto da vitória”. Marcelo Lomba é o segundo goleiro com mais exibições pelo Inter na Libertadores, 16, mesmo número que Manga.

Lomba também comentou sobre o trabalho com o Eduardo Coudet. O arqueiro, que já soma uma assistência, detalha sobre sua participação com os pés:  “É muito bom sair jogando, algo que a gente, neste ano, tem treinado exaustivamente. E nós entendemos bem essa dinâmica, com os zagueiros participando também da construção das jogadas, e o mais importante é que todos têm feito essa troca de passes, essa movimentação, o que ajuda a jogar um futebol com alegria e leveza. E isso é bom, vai pro vestiário, nos dá ainda mais confiança.”

Os números da defesa do Inter também são dados positivos em relação ao próprio técnico Eduardo Coudet em outros clubes. Como comparação, o Rosário de 2015, sofreu 14 gols nos mesmos 15 primeiros jogos do ano, e o Racing de 2018, levou oito gols em 15 partidas. Já pelo colorado, Chacho soma o menor número de gols sofridos: sete gols em 15 jogos. Estatísticas que permeiam os 71% de aproveitamento do técnico argentino até a parada do futebol.

* Por supervisão de: Marjana Vargas

tags: Inter

Voltar Todas de Inter

Compartilhe esta notícia:

Inter trabalha com proposta de férias e irá discutir possibilidade com elenco nos próximos dias
Grêmio anuncia férias coletivas e acordo para a redução de salário dos jogadores
Deixe seu comentário