Inter vence o Cianorte e encaminha a classificação na Copa do Brasil

Foto: Site oficial

Depois da polêmica envolvendo o Estádio Beira-Rio, o Inter voltou a jogar em casa diante do seu torcedor. No compromisso pela 3ª fase da Copa do Brasil, o palco dos shows ainda estava montado atrás de uma das goleiras, no entanto, dentro de campo a equipe colorada não teve dificuldades para derrotar o Cianorte, encaminhando, assim, a classificação à próxima fase da competição. Iago, com 1 gol e 1 assistência para o gol de Edenílson, foi o grande destaque na noite desta quinta-feira.

Odair Helmann, sem William Pottker, lesionado, e Nico López, suspenso, optou por dar oportunidade ao jovem Marcinho. No gol, Marcelo Lomba permaneceu na vaga do também lesionado Danilo Fernandes. Dudu, Klaus, Cuesta e Iago formaram a linha de defesa. Rodrigo Dourado, Edenílson, Patrick e D’Alessandro completaram o meio campo, enquanto Roger foi o homem mais adiantado.

Padrão de jogo e tranquilidade para construir o resultado

Não é exagero dizer que o Internacional sofreu apenas um susto na partida, mas viu Marcelo Lomba protagonizar – assim como na última partida, outra grande defesa. André Luís aproveitou falha de Cuesta, saiu livre e parou no goleiro colorado. Antes, Klaus só não marcara após cabeçada, pois o zagueiro salvou em cima da linha. Roger, em grande jogada de Marcinho da direita para o meio, e Patrick, fazendo tudo sozinho, desperdiçaram boas oportunidades de abrir o placar. D’Alessandro, em duas cobranças de falta, quase marcou. Na primeira, frontal e de muito longe, acertou o travessão do Cianorte e, na segunda, em cobrança lateral, tirou tinta da trave.

A etapa final começou com o técnico adversário, Marcelo Caranhato, sendo expulso, por forte reclamação. E não demorou para o lateral Iago alterar o marcador no Beira-Rio, após Marcinho fazer nova boa jogada pela direita. O camisa 20 cruzou, a bola passou por Patrick, mas não pelo lateral-esquerdo, que entrou chutando para estufar as redes. O selo de Odair voltou a aparecer dentro de campo, no segundo gol colorado do duelo, contemplando a intensa troca de passes. D’Alessandro acionou Iago na linha de fundo, que apenas escorou para Edenílson, na marca do pênalti, ampliar de canhota.

Wellington Silva ganhou nova oportunidade, ingressando na vaga de Dudu, provocando alterações na formatação da equipe. Edenílson foi puxado para a lateral-direita e Patrick recuou para a posição de segundo volante. Juan Alano, uma das opções para substituir Nico López, entrou na vaga de Marcinho, assim como o estreante Brenner, destaque colorado na Copa São Paulo, no lugar de Roger.

Um empate ou derrota por 1 gol de diferença classifica o Inter à próxima fase da Copa do Brasil. Vale destacar que não há mais o gol qualificado na competição. O jogo da volta ocorre no dia 14 de março no Paraná.

Voltar Todas de Internacional

Compartilhe esta notícia:

Após empate na Libertadores, Grêmio vira a chave para o gauchão.
Grêmio vence o Juventude e entra na Zona de Classificação do Campeonato Gaúcho
Deixe seu comentário