Inter vence de virada e sai do Z4


Por: Kalleb França, jornalista, radialista e repórter na @rdgrenal

Em uma partida histórica e fazendo um bom segundo tempo, o Internacional venceu o Flamengo por 2×1, somou 36 pontos e saiu do Z4, figurando agora a 14ª colocação no Brasileirão. No clássico Grenal tem a chance de se manter fora da zona do rebaixamento por duas rodadas seguidas. Com a derrota, o Flamengo se distanciou da liderança do campeonato e estacionou nos 60 pontos, seu rival na busca pelo título, o Palmeiras, derrotou o Figueirense fora de casa e abriu quatro pontos de vantagem.

 

Primeiro Tempo

A primeira etapa de jogo começou muito nervosa por parte do Internacional. Preocupado com Paolo Guerrero, deixou o meia Diego livre. Na primeira oportunidade que o jogador teve, finalizou de fora da área. O chute forte desferido aos 8′, foi defendido por Danilo Fernandes. Com o susto o time colorado respondeu um minuto depois em jogada de Vitinho pelo lado direito. O atacante colorado cruzou rasteiro, porém Réver tirou para lateral. Na cobrança, Ceará colocou na área. Vitinho finalizou e Muralha impediu o gol do time da casa.

Aos 19′ o atacante Everton do Flamengo, sentiu uma contusão na coxa esquerda e deixou o campo para entrada de Fernandinho. Os jogadores do Inter estavam visivelmente nervosos, assim os erros iam se multiplicando princialmente os de passe. Diante de tantas falhas, o time colorado pouco produziu. O Flamengo manteve o controle do jogo durante a maior parte do tempo, e tentava chegar com toques rápidos em busca de uma finalização de Guerrero. Em um choque entre Diego e Alex, os ânimos se acirraram e na jogada seguinte Alex entrou forte no meia flamenguista e tomou o terceiro cartão amarelo e assim está fora do Clássico Grenal. O primeiro tempo chegou ao final aos 48′ minutos.

Segundo Tempo

Em busca de uma melhor movimentação de ataque, o técnico Celso Roth modificou a equipe. Gustavo Ferrareis saiu e deu lugar para Eduardo Sasha. Logo n o começo do jogo, o atacante colorado tentou uma jogada de profundidade, porém perdeu a bola saiu pela linha de fundo. Depois de um ataque perigoso do Flamengo, Vitinho recebeu livre pelo lado direito, tenha apenas Rafael Vaz na marcação. O jogador, com opção de passe para mais dois jogadores do Inter, tentou a jogada individual e chutou em cima do seu marcador. Tudo isso, em menos de 5′ do primeiro tempo. em seguida, Seijas aproveitou uma sobra de bola e chutou forte, a bola passou perto, mas saiu pela linha de fundo.

Em uma cobrança de falta precisa de Diego, o zagueiro Réver subiu mais que todo mundo e testou para o gol. O placar estava aberto no Beira-Rio. Desmoronado em campo após sofrer o gol, o time do Inter  não conseguia acertar passes. O time tentava chegar na base da superação, porém estava um pouco desorganizado. Na tentativa de organizar melhor o time, Roth sacou Seijas e colocou Valdívia em campo. Os gritos de burro,  direcionados para Celso Roth ainda ecoavam no estádio Beira Rio. De forma atabalhoada, a pressão colorada surtiu efeito aos 20′ a bola sobrou para Eduardo Sasha que chutou para o fundo da rede.

Com o empate estabelecido no placar, o Internacional começou a pressionar de forma mais intensa. Em uma cobrança de falta pelo lado esquerdo de campo, Vitinho bateu direto para o gol e obrigou Muralha a fazer uma grande defesa e espalmar para fora aos 28′. Mais organizado em campo, o time da casa passou a controlar todas as ações de ataque. O Flamengo se segurou. Na base da garra, Vitinho finalizou pelo lado esquerdo e novamente muralha espalmou para escanteio. O que estava ensaiado aconteceu dez minutos antes do final da partida. Valdívia atento, interceptou uma cobrança rápida de falta do time carioca. Ele tocou rapidamente para vitinho que encontrou  Eduardo Sasha, o camisa 9 chutou forte. O goleiro Muralha espalmou para o lado e Vitinho apareceu com velocidade e colocou para dentro do gol do Flamengo. A virada, aconteceu logo após um ataque forte do Rubro-negro.

Depois disso, o Flamengo voltou a crescer. Danilo Fernandes fez uma grande defesa em um chute de Guerreiro. O Internacional respondia n os contra-ataques. Sem mais alterações, porém com muita emoção, a partida se encaminhou para o final e a vitória tirou o Internacional do Z4 e deu um novo ânimo para o clássico Grenal da próxima rodada.

Ficha técnica:

Internacional (2): Danilo Fernandes; Ceará, Paulão, Ernando e Geferson; Rodrigo Dourado, Anselmo (Fabinho, aos 41min do 2º tempo), Gustavo Ferrareis (Eduardo Sasha, no intervalo), Alex e Seijas (Valdívia, aos 17min do 2º tempo); Vitinho. Técnico Celso Roth.

Flamengo (1): Alex Muralha; Pará, Réver, Rafael Vaz e Jorge; Márcio Araújo (Emerson Sheik), Willian Arão, Gabriel (Alan Patrick), Diego e Éverton (Fernandinho); Guerrero. Técnico: Zé Ricardo.

Gols: Réver (F), aos 11min do segundo tempo, Sasha (I), aos 20min do segundo tempo, Vitinho (I), aos 35min do segundo tempo.

Cartões amarelos: Paulão, Alex, Vitinho (I); Guerrero (F). 

Pagantes: 31.981.
Menores: 1.495.
Não pagantes: 1.764.
Total público: 35.510.
Renda: R$ 640.755,00.

Arbitragem: Wilton Sampaio (GO), auxiliado por Fabrício Vilarinho da Silva (GO) e Bruno Raphael Pires (GO).

Local: Beira-Rio.

Comentários