Inter vence Atlético-MG e assume provisoriamente a liderança do Brasileirão

Foto: (Ricardo Duarte/S.C.Internacional)

Por Redação O Sul | 22 de agosto de 2020

O Internacional recebeu o Atlético-MG neste sábado (22), no Beira-Rio, em duelo válido pela quinta rodada do Campeonato Brasileiro. Precisando da vitória para assumir a liderança provisória da competição e não deixar seus concorrentes se distanciarem na tabela, o Colorado fez o dever de casa e acabou saindo de campo com o triunfo por 1 a 0, graças ao gol de Thiago Galhardo, no primeiro tempo.

A partida foi bastante movimentada em Porto Alegre. O Atlético-MG manteve mais a bola, tentando criar chances de perigo, no entanto, o Internacional ocupava os espaços com maestria e não deu brechas para que Sampaoli mais uma vez impusesse seu estilo de jogo na competição.

Com o resultado, o Inter foi a 12 pontos e se isolou na primeira colocação do Campeonato Brasileiro. Neste domingo, a equipe de Eduardo Coudet terá de torcer por um tropeço do Vasco para terminar a rodada como líder.

Primeiro tempo

O Internacional começou a partida ligado e não demorou para chegar até o de Rafael. Logo aos cinco minutos, Patrick experimentou de fora da área, mas o goleiro do Galo fez a defesa, sem dar rebote. No entanto, dois minutos depois, os donos da casa foram mais felizes. Thiago Galhardo tabelou com Patrick, recebeu dentro da área e precisou apenas tocar tirando do guarda-meta adversário para fazer 1 a 0.

Empolgado com a vantagem, o Internacional continuo indo para cima do Atlético-MG e, aos 11 minutos, quase ampliou com Patrick, que vinha sendo a principal ameaça dos donos da casa. Boschillia recebeu na linha de fundo e cruzou rasteiro para o meia colorado chegar batendo, mas pegou fraco na bola, facilitando a vida de Rafael.

Daí em diante o jogo ficou bastante truncado. O Atlético-MG tentava encontrar espaços para criar jogadas de gol no melhor estilo Sampaoli, mas o Internacional não dava espaço. Mas, aos 34 minutos, Guilherme Arana, enfim, conseguiu achar um passe para Hyoran, que dominou tirando da defesa, mas, ao finalizar, foi travado.

Segundo tempo

Na etapa complementar, o Internacional foi quem chegou ao gol primeiro. Aos quatro minutos, Boschilia recebeu de Patrick dentro da área e chutou cruzado, mas Rafael defendeu. O Atlético-MG respondeu aos nove, quando Marquinhos cortou para dentro, se livrando da marcação, e bateu colocado, porém, a bola foi para fora.

Com o passar do tempo, o jogo foi ficando mais truncado, sem grandes chances para os dois lados. Se vendo na obrigação de ir para o ataque e buscar o empate, Jorge Sampaoli promoveu uma série de substituições para tornar sua equipe ainda mais ofensiva, mas o Galo seguiu esbarrando na consistência defensiva do Inter.

A situação ficou ainda pior para o Atlético-MG nos minutos finais, quando Eduardo Coudet tirou Patrick, um meio-campista, para a entrada de Moledo, fazendo o Inter jogar com três zagueiros. Assim, com ainda menos brechas, o Galo bem que martelou, mas não conseguiu evitar a magra derrota em Porto Alegre.

Ficha técnica

Internacional: Marcelo Lomba; Saravia, Zé Gabriel, Victor Cuesta e Moisés; Edenilson, Rodrigo Lindoso, Patrick (Moledo), Boschilia (D’Alessandro) e Marcos Guilherme (Musto); Thiago Galhardo (Peglow). Técnico: Eduardo Coudet.

Atlético-MG: Rafael; Igor Rabello (Franco), Réver, Júnior Alonso e Mariano; Jair (Eduardo Sasha), Allan e Hyoran (Bruno Silva); Guilherme Arana, Marrony (Marquinhos) e Keno (Savarino). Técnico: Jorge Sampaoli.

Arbitragem: Luiz Flávio de Oliveira (SP-Fifa), auxiliado por Daniel Luis Marques (SP) e Evandro de Melo (SP). VAR (árbitro de vídeo): Rodrigo Guarizo Ferreira do Amaral (SP).

* Por supervisão de: Marjana Vargas

Voltar Todas de Inter

Compartilhe esta notícia:

Com força máxima, Inter recebe Atlético-MG em busca da liderança do Campeonato Brasileiro
Após vencer o Galo, Coudet valoriza desempenho e a forma como sua equipe se adaptou ao adversário
Deixe seu comentário