Inter terá reunião com emissora para debater possível rescisão de contrato

Clube e empresa chegaram a acordo para a transmissão dos jogos do Campeonato Brasileiro em TV fechada, para 2019 e 2020.

Foto: (Ricardo Duarte/S.C.Internacional)

O Inter pode encarar mais um problema em meio à paralisação do futebol. O grupo Turner, que possui direitos de televisão fechada para a transmissão do Campeonato Brasileiro de uma parcela de clubes já indicou a possibilidade uma rescisão de contrato. A pauta será debatida em reunião ainda nesta quinta-feira (9).

Em entrevista à Rádio Grenal, o vice-presidente do Inter, Alexandre Chaves Barcellos, explicou que uma das alegações apresentadas pela empresa é com relação a imprevisibilidade da realização de todas as 38 rodadas do torneio.

“Os clubes não descumpriram as questões que a Turner está citando. Mas vamos ter uma reunião hoje a tarde e vamos tentar começar a chegar a um denominador comum. O contrato tem obrigações para os dois lados e não houve violação alguma. Estão tentando é não transmitir mais. Mas vamos ter essa certeza na reunião que teremos. O motivo mesmo talvez seja a falta de interesse da Turner em transmitir o Campeonato Brasileiro, talvez por pouca audiência. Aí sim seria algo mais sincero”, declarou o dirigente colorado.

O Inter também garante que não solicitou adiantamento de verba de transmissão. “Em nenhum momento houve um pedido por parte do Inter por adiantamento da verba. Sequer consigo falar com eles. Há algum tempo tenho essa dificuldade”, relatou Barcellos.

 

* Por supervisão de: Marjana Vargas

Voltar Todas de Inter

Compartilhe esta notícia:

Inter quer manutenção do elenco, mas prevê negociação de até dois jogadores: “Cumprir orçamento”
Lateral do Grêmio, Cortez mobiliza doação de cestas básicas em bairro do Rio de Janeiro
Deixe seu comentário