Inter sai na frente, mas leva virada na Arena da Baixada


Por: Jonata, jornalista, radialista e repórter na @rdgrenal.

O Colorado saiu na frente, teve um bom primeiro tempo, com volume de jogo e boa organização. Contudo, levou a virada em consequência de erros próprios e não conseguiu reparar o estrago. Agora estaciona na 16ª posição, com 27 pontos, mesmo tendo uma rodada favorável, em que Vitória, Figueirense e Coritiba perderam seus jogos.

Primeiro Tempo

O Internacional foi para o jogo na Arena Baixada buscando o jogo desde o início. E com menos de 2 minutos, no primeiro arremesso lateral da partida, o Inter abriu o placar com Valdívia. Artur arremessou para a área, Aylon desviou de cabeça para Valdívia, que cabeceou forte, no alto e colocou o Colorado na frente.

Com a vantagem, o Inter deixou o Atlético-PR jogar mais com a bola, alternando uma postura mais defensiva com Valdívia e Seijas recuados e também uma marcação pressão, com as linhas mais aproximadas e dentro do campo do adversário. Contudo, os paranaenses dominaram o contexto da posse, mas sem oferecer perigo real ao gol de Danilo Fernandes, que pouco trabalhou no primeiro tempo.

Mas aos 39′, com o Inter melhor na partida, o Atlético empatou. Após cobrança de escanteio, a bola sobrou dentro da área. Seijas brigou pela bola, mas foi desarmado por Hernani, que chutou forte. Danilo Fernandes bateu roupa e espalmou para frente. A bola sobra para Pablo, que dentro da área, ajeitou  para a perna direita e chutou forte para estufar as redes.

O gol era um ducha fria no Colorado, que conseguiu se manter organizado na partida, mas numa bola mal aparada, levou o gol de empate. Resultado não é ruim, mas poderia ser melhor para o time de Roth.

Segundo Tempo

No segunda etapa, os clubes viram dispostos a buscar o gol e logo cedo Pablo marcou o seu segundo gol e virou o placar para os paranaenses. Na jogada, Atlético-PR chega pela direita. Léo cruzou, Danilo Fernandes saiu mal do gol, ficou no meio do caminho, e Pablo, de novo ele, não perdoou. No segundo poste, o meia completou para as redes.

O Atlético retornava para o segundo mais ligado e assim como o Inter na primeira etapa, abria uma vantagem inicial. Depois do susto, o Inter tentou se reabilitar na partida, mas cedeu alguns contra-ataques perigosos ao time de Curitiba. Danilo Fernandes, que no primeiro tempo não tinha tido muito trabalho, agora já impedia boas chegadas do adversário.

Roth fez algumas mudanças na equipe e mandou à campo Ceará e Vitinho, passando Wilian mais a frente na ala direita e centralizando mais Nico. O Colorado equilibrou o jogo, na pressão, mas sem criar chances reais de gol. Aos 26′, Anderson entrou no lugar de Valdívia para tentar reter mais a bola no campo de ataque. Já Autuori buscava maior força defensiva, colocando mais um zagueiro e outro meia.

O jogo se encaminhou para o final, com o Inter pressionando, mas sem conseguir furar o bloqueio atleticano. Com a derrota fora de casa, o Colorado estacionava na 16ª posição, com 27 pontos.

Na próxima rodada do Campeonato Brasileiro, o Atlético-PR visitará o Santa Cruz no Estádio do Arruda, na próxima quinta-feira, às 21h. No dia seguinte, o Internacional receberá no Beira-Rio o Vitória, às 21h.

Ficha Técnica

ATLÉTICO-PR 2 X 1 INTERNACIONAL

Local: Arena da Baixada, Curitiba.

Gols: Valdívia (I), a 1min do primeiro tempo, Pablo (A), aos 39min do primeiro tempo, Pablo (A), aos 45seg do segundo tempo.

Atlético-PR: Weverton; Léo, Thiago Heleno, Wanderson e Sidcley (Nicolas); Otávio, Hernani, Pablo, Rossetto e Yago (Lucas); André Lima. Técnico: Paulo Autuori.

Internacional: Danilo Fernandes; William, Eduardo, Ernando e Artur; Rodrigo Dourado, Eduardo Henrique (Ceará), Valdívia e Seijas (Vitinho); Aylon e Nico López. Técnico: Celso Roth.

Cartões amarelos: Aylon (I)
Arbitragem: Paulo H Schleich Vollkopf, auxiliado por Leandro dos Santos Ruberdo e Cicero Alessandro de Souza (trio do MS).

Comentários