Inter sai com vantagem de Caxias do Sul


Por: Jonata, jornalista, radialista e repórter na @rdgrenal.

Juventude e Inter foram a campo na primeira partida da final do Gauchão 2016 no Jaconi. O colorado já havia vencido o Ju na primeira fase e sabia a receita do gol. O jogo iniciou movimentado, com os dois times buscando a penetração nas defesas, porém sem sucesso. O Juventude não conseguia imprimir seu ritmo de jogo, pecando no último passe. O Inter passou a comandar o meio-campo, errando menos passes, mas sem levar perigo ao gol de Elias. Apesar do time de Caxias ter tido mais chances de gol, o colorado foi quem abriu o placar na única chance que teve no primeiro tempo. Após chutão de Alisson, Vitinho dominou e serviu Andrigo, que saiu na cara do gol e bateu firme, fazendo um bonito gol e deixando o Inter com a vantagem.

Segunda etapa

O segundo tempo foi todo do Juventude. O técnico Antônio Zago fez algumas alterações táticas e com isso ganhou a meia canxa, que sofria no primeiro tempo, Com o time avançado, dava espaços ao Inter, que chegava com perigo, mas não convertia. Após falta infantil, Vitinho recebeu o segundo amarelo e foi expulso, deixando o Inter sem força ofensiva e recuando defensivamente.

Pressão alviverde

Encurralado, o colorado se defendeu como pode, com Argel tirando Sasha e Andrigo para recompor o meio campo com Raphinha e Jair. Com as substituições, o Juventude não conseguia furar o bloqueio e alçava bolas na área sem ser efetivo. Apesar da pressão no final do jogo, o Inter segurou e saiu de Caxias com um bom resultado. Andrigo, com o gol e boa atuação no primeiro tempo, foi melhor em campo.

Como fica

Com a vitória na Serra Gaúcha, o Inter joga por um empate em casa para conquistar o Hexa. O Juventude precisa vencer por dois gols de diferença para sagrar-se campeão, ao passo que novo 1 a 0 leva para os pênaltis. O duelo da volta está marcado para as 16h do próximo domingo (8), no Beira-Rio.

 

Ficha técnica:

JUVENTUDE: Elias; Bruno Ribeiro, Klaus, Heverton e Pará (Sassá); Wanderson (Felipe Lima), Itaqui  (Wallacer), Lucas e Hugo; Dieguinho e Roberson. Técnico: Antônio Carlos.

INTER: Alisson; Paulo Cezar, Paulão, Ernando e Artur; Fernando Bob, Fabinho, Anderson (Marquinhos), Andrigo (Jair) e Eduardo Sasha (Raphinha); Vitinho. Técnico Argel.

Local: Estádio Alfredo Jaconi, em Caxias do Sul. Arbitragem: Leandro Vuaden, com José Javel Silveira e Lúcio Beiersdorf. Cartões amarelos: Lucas, Hugo (J); Fabinho, Anderson, Andrigo, Vitinho (I).  Expulsão: Vitinho (I).

Comentários