Inter perde, mas gol de Seijas deixa o Colorado vivo na Copa do Brasil


Por: Jonata, jornalista, radialista e repórter na @rdgrenal.

Após um bom primeiro tempo, o Internacional levou 2 gols em menos de 10 minutos e via sua situação se complicar na Copa do Brasil. Contudo a estrela de Seijas brilhou novamente e de letra manteve vivo o Colorado na competição.

Primeiro Tempo

O duelo iniciou bastante equilibrado, com os dois times bem postados na marcação. Mas depois dos primeiros minutos iniciais, foi o Santos, que jogando em casa, se lançou ao ataque. O Peixe adiantou suas linhas e fazia uma marcação no campo colorado, deixando pouco espaço para o Inter ter a posse da bola.

Mais entrosado e principalmente, com jogadores de maior qualidade, o Santos produzia mais futebol que o Inter, criando boas jogadas ofensivas e chegando com perigo na área colorada. Danilo Fernandes fez boas intervenções nos primeiros 45′ e conseguiu segurar o empate parcial na Vila Belmiro.

O Inter teve boa oportunidade com Nico López, que em escapada pelo lado esquerdo, arrematou ao lado do gol de Vanderlei. Valdívia também teve chance. O atacante fez o giro e chutou de fora da área. A bola passou muito perto da trave esquerda.

 

Segundo Tempo

Sem alterações, os times voltaram ao campo e com o alvi-negro novamente insistindo ofensivamente. No Inter, a organização e recomposição que tinha no primeiro tempo foi desaparecendo e assim o Santos tomou conta da partida. Em 10 minutos o Colorado tomou 2 gols, os dois parecidos devido às falhas de marcação da defesa.

No primeiro, Lucas Lima deu lindo passe para Zeca. O lateral fez o cruzamento rasteiro e Copete, entre os zagueiros, desviou para o gol, abrindo o placar. O Inter nem bem havia se recuperado e levou o segundo gol, de Rodrigão, novamente em boa troca de passes do time de Dorival Jr. Em boa tabela de Victor Ferraz com Lucas Lima, o lateral cruzou rasteiro e Rodrigão bate de primeira para o fundo do gol. 

O Santos jogava com muita facilidade. Envolvia o Inter em trocas de passes verticais e não dava espaços para o time de Celso Roth atacar. Aos 18’minutos, Marquinhos sentiu cãibras e deu lugar a Vitinho. A entrada do atacante deu ânimo a equipe, que se lançou ao ataque e numa cobrança de falta, diminuiu a vantagem no placar. Vitinho cobrou falta rasteira e Seijas, em toque de letra, desviou para as redes.

O jogo seguiu bem disputado, com o Colorado mais solto, conseguindo chegar ao ataque, mas se resguardando no defesa. Roth mandou à campo Rodrigo Dourado para segurar o jogo e ter mais consistência ofensiva. O jogo se encaminhou para o final e sem maiores chances para os dois times.

Com a derrota na Vila, o Colorado precisa vencer por um gol de diferença. O Santos joga pelo empate.

Ficha Técnica

SANTOS 2 X 1 INTER – QUARTAS DE FINAL – COPA DO BRASIL

Gols: Copete (3min20/2°T) e Rodrigão (10min25/2°T); Seijas (27min/2°T).

Santos (2): Vanderlei; Victor Ferraz, Luiz Felipe, David Braz e Zeca; Renato, Thiago Maia (Rafael Longuine) e Lucas Lima; Vecchio (Paulinho), Copete e Rodrigão (Joel). Técnico: Dorival Júnior.

Inter (1): Danilo Fernandes; Fabinho, Eduardo, Ernando e Artur; Fernando Bob, Eduardo Henrique, Seijas (Ceará), Valdívia e Marquinhos (Vitinho); Nico López (Rodrigo Dourado). Técnico: Celso Roth.

Local: Estádio da Vila Belmiro, em Santos (SP). Arbitragem: Gilberto Rodrigues Castro Junior (PE), com Alessandro A. Rocha de Matos (BA-Fifa) e Fabiano da Silva Ramires (ES).  Cartões amarelos: Paulinho (SAN); Artur e Fernando Bob (INT). Público: 6.592. Renda: R$ 229.880,00.

Comentários