Inter perde de 2 a 1 para o Athletico-PR e segue próximo do Z-4 no Campeonato Brasileiro

Foto: Ricardo Duarte / S.C. Internacional

Em partida disputada na noite deste domingo (25) pelo Campeonato Brasileiro, o Inter perdeu de 2 a 1 para o Athletico em Curitiba (PR). Com esse placar, o Colorado permanece em décimo-terceiro lugar na tabela (14 pontos), com chance de ficar ainda mais próximo da zona de rebaixamento conforme os resultados paralelos da décima-terceira rodada, nesta segunda-feira.

Os donos da casa saíram na frente com David Terans, aos 36 minutos e Vitinho aos 47 do primeiro tempo. Já o Inter descontou com o volante Edenilson – mais uma vez em cobrança de pênalti – aos 19 minutos da etapa complementar.

A equipe gaúcha agora tem pela frente na competição o Cuiabá-MT, no próximo sábado (31). O duelo está marcado para as 20h no estádio Beira-Rio.

Enquanto isso, a atenção dos colorados está voltada para duas partidas na noite desta segunda-feira. Isso porque o time pode cair para a 15ª posição se o Juventude (14º) vencer a Chapecoense e o Cuiabá-MT (15º) bater o Corinthians.

Confronto

Acostumado ao gramado sintético da Arena da Baixada, o Athletico-PR controlou a posse de bola no início do duelo. Bem posicionado na defesa, o Inter – jogando com o seu uniforme reserva, na cor branca – conseguia neutralizar os primeiros movimentos do anfitrião, que adiantou suas linhas para pressionar a saída de jogo da equipe visitante.

Aos 35 minutos, os paranaenses abriram o placar em cobrança de falta precisa por David Terans. O empate chegaria em seguida, em bola chutada pelo atacante Caio Vidal, mas o lance acabou anulado após consulta ao árbitro de vídeo, que alertou o juiz para uma falta na origem da jogada.

Já nos acréscimos, em jogada de velocidade construída pela esquerda, Vitinho ampliou a vantagem para o Athletico.

O Colorado retornou para a etapa complementar com uma postura mais ofensiva para reverter o prejuízo. Aos 19 minutos, Edenilson voltou a impor uma de suas especialidades, convertendo em gol uma cobrança de pênalti.

Mas os minutos dali para a frente seriam uma espécie de reprise de algumas das partidas mais recente do Inter, nas quais a criação de oportunidades de gol não se mostrou efetiva.

Ficha técnica

– Athletico-PR: Bento, Marcinho (Khellven), Pedro Henrique, Thiago Heleno, Nicolas, Léo Cittadini, Christian (Erick), Nikão, Terans (Canesin), Vitinho (Zé Ivaldo) e Matheus Babi (Renato Kayzer). Técnico: António Oliveira.

– Inter: Daniel, Heitor, Bruno Méndez, Victor Cuesta, Moisés, Dourado, Edenilson, Boschilia (Juan Cuesta), Caio Vidal (Palacios), Mauricio (Galhardo) e Yuri Alberto (Vinicius Mello). Técnico: Diego Aguirre.

– Arbitragem (quarteto paulista): Thiago Luis Scarascati, auxiliado por Alex Ang Ribeiro e Miguel Cataneo Ribeiro da Costa. No VAR, José Cláudio Rocha Filho.

* Por supervisão de: Marjana Vargas

Voltar Todas de Inter

Compartilhe esta notícia:

Athletico-PR x Inter: Escalações, momentos, arbitragem e transmissão
Aguirre elogia criação de jogadas, mas pondera: “Merecer não é o suficiente”
Deixe seu comentário