Inter intensifica busca por um novo técnico nesta segunda-feira

O Inter espera anunciar um novo comandante ainda nesta semana

Foto: Ricardo Duarte / S. C. Internacional

Nesta segunda-feira (14), o Inter deve começar uma intensificação em busca de um novo técnico. Com a demissão de Miguel Ángel Ramirez, o colorado vem sendo comandado interinamente por Osmar Loss, que inclusive esteve na casamata ontem, quando o time gaúcho venceu o Bahia pelo placar de 1 a 0.

A direção colorada, atualmente, trabalha com três possíveis nomes para substituir Ramirez. Até o presente momento, o Inter não tem uma conversa intensificada com ninguém. Entretanto, nos bastidores do estádio Beira-Rio, falam-se muito que o cargo está entre o uruguaio Diego Aguirre, o português Marco Silva e o gaúcho Lisca.

Aguirre é um velho conhecido da torcida colorada, o treinador de 55 anos atuou no Inter no final dos anos 80, além de já ter uma passagem como técnico no Beira-Rio, quando dirigiu o time gaúcho em 2015. Por já ter tido trabalhos em outro clubes do Brasil, como São Paulo e Atlético-MG, e por conhecer o âmbito regional no Rio Grande do Sul, o uruguaio é visto com bons olhos pela atual direção do Inter. Porém, um ponto negativo visto por alguns da cúpula colorada é o fato da preparação física dos times de Diego, o grande empecilho em seu desempenho quando esteve treinando em Porto Alegre. O preparador físico, Fernando Piñatares, continua trabalhando na comissão técnica do uruguaio.

Já Marco Silva é um treinador novo, de apenas 43 anos, e que acumula passagens pela maior liga de futebol da Europa. O treinador português comandou no Campeonato Inglês times como Éverton, Watford e Hull City. Além de ter trabalhos no seu país de origem como no Estoril Praia e Sporting, e na Grécia comandando o Olympiacos. Porém, seu último trabalho foi em 2019, mas o português tem uma grande vontade de trabalhar no Brasil e anteriormente já havia sido cogitado pelo Flamengo para substituir Jorge Jesus. O maior empecilho do treinador é a pedida salarial envolvendo Marco e sua comissão técnica, além de que, segundo a imprensa turca o treinador tem em suas mãos uma proposta oficial do Fenerbahçe, da Turquia. Nenhum contato entre a direção colorada e o português ocorreram ainda.

Lisca é outro velho conhecido da torcida colorada e sabe bem o que acontece nos arredores do estádio Beira-Rio. O treinador de 48 anos acumula três passagens nas categorias de base do Inter entre os anos 90 e 2000. Além disso, o treinador oriundo de Porto Alegre, teve a difícil missão de tirar o colorado da zona de rebaixamento em 2016 nas últimas três rodadas, êxito que não conseguiu. Os bons trabalhos recentemente de Lisca colocam o nome do treinador em pauta, entretanto, sua relação amigável com Fernando Carvalho – opositor politicamente da atual gestão colorada – deixam algumas pessoas da direção com um pé atrás. Por não estar vivendo boa fase no América-MG, o treinador gaúcho se reunirá com dirigentes do clube mineiro nesta segunda-feira e pode pedir demissão do cargo. O fato deve ser um facilitador nas negociações entre Lisca e Inter, tendo em vista que o colorado não precisaria pagar a multa de R$ 400 mil.

Atualmente, estes são os nomes que Alessando Barcellos junto do departamento de futebol colorado trabalham para que assumam o cargo de treinador do Inter. Outros nomes ainda podem ser postos em pauta, entretanto, o desejo da atual gestão é de continuar o projeto que mudaria a forma de jogar do clube gaúcho, mostrando um futebol mais propositivo que havia sido idealizado no início da temporada com Ramirez. Segundo o vice presidente, João Patrício Herrmann, os nomes não serão tratados publicamente.

* Por supervisão de: Marjana Vargas

Voltar Todas de Inter

Compartilhe esta notícia:

Loss comenta sobre ânimo no vestiário e elogia Ramirez: “Deixa seu legado”
Mesmo sem gol e assistência, Taison esbanja categoria no meio-campo do Inter
Deixe seu comentário