Inter fala em afastar “fantasmas” e abre prioridade para tratar o emocional e lidar com ‘ansiedade’ por vaga na Libertadores

Colorado foi derrotado em casa, por 2 a 1, para o Goiás

Foto: (Ricardo Duarte/S.C.Internacional)

O aspecto emocional foi um dos principais pontos tratados pelo o Inter após a derrota em casa, por 2 a 1, para o Goiás. No pós-jogo, tanto o técnico Zé Ricardo, quanto o executivo de futebol Rodrigo Caetano citaram a parte mental do grupo dos jogadores com um dos aspectos para o revés no Beira-Rio.

Em coletiva, o técnico Zé Ricardo destacou que o time mostrou boa produção no primeiro tempo de jogo, mas não conseguiu repetir o desempenho na etapa final. Mais uma vez, a equipe também não conseguiu reverter a desvantagem no placar. O treinador chegou a expressão “fantasmas” e afirmou que é preciso ‘tratar bem’ do emocional do grupo.

“O Marcelo Lomba tem a nossa confiança, foi importantíssimo no último final de semana. Fizemos um belíssimo primeiro tempo até o gol do Goiás. Tínhamos criados quatro, cinco chances de gol. Se mantivéssemos aquilo, com certeza conseguiríamos uma vitória. Após o gol, continuamos criando e pressionando. O goleiro do Goiás, o Tadeu esteve em mais uma noite muito feliz. No segundo tempo, acredito não rendemos o que poderíamos. Parece que alguns fantasmas voltam a rondar nossas cabeças. Precisamos tratar bem nosso emocional. Temos uma equipe experiente, temos que saber reverter situações difíceis como hoje (quarta-feira)”, avaliou Zé Ricardo.

Derrota para o Goiás gera protestos da torcida do Inter e rebate as críticas dos jogadores

Com o revés dentro de casa, o Inter ficou com 51 pontos, tornando a missão ainda mais difícil na busca por uma vaga direta na Libertadores 2020, que fica cada vez mais distante. E, justamente, a ansiedade em garantir a presença na competição continental no próximo ano, é também vista com um dos aspectos que vem interferindo no desempenho dos atletas dentro das quatro linhas.

“Nós já tivemos grandes momentos neste mesmo ano, em que superamos adversários. Hoje infelizmente, quando se sofre um gol, se saí atrás, realmente a nossa equipe tem sentido. Eu acredito que seja a proximidade de uma decisão de ano, definição da nossa conquista da vaga. Essa ansiedade pela confirmação da vaga tem nos atrapalhado”, declarou Caetano.

O próximo compromisso do Inter é no sábado, contra o Botafogo, às 19h, no Engenhão. O meia D’Alessandro já é baixa certa por conta de suspensão, pelo terceiro cartão amarelo.

* Por supervisão de: Marjana Vargas

Voltar Todas de Inter

Compartilhe esta notícia:

Derrota para o Goiás gera protestos da torcida do Inter e rebate as críticas dos jogadores
D’Alessandro recebe o terceiro amarelo e vira baixa para o jogo contra o Botafogo
Deixe seu comentário