Inter empata no fim do jogo contra o Santos na Vila Belmiro neste domingo pelo Brasileirão

Yuri Alberto fez o gol salvador no fim da partida

Foto: Ricardo Duarte / S.C. Internacional

Com direito a lei do ex, Santos e Internacional empataram por 2 a 2 neste domingo (22) à noite (22), na Vila Belmiro, pela 17ª rodada do Campeonato Brasileiro. Mercado e Yuri Alberto marcaram pelo Colorado, e Pirani e Madson descontaram pela equipe paulista.

O Internacional foi superior no início e abriu o placar logo aos sete minutos, mas viu o Santos crescer de produção após o gol. Com o empate, o Peixe encaixou e criou as principais chances da partida. Nos minutos finais, o Inter chegou à igualdade com Yuri Alberto.

Com o resultado, o Inter fica em 10º lugar, com 22 pontos, e o Santos em 11º, com a mesma pontuação. O próximo compromisso do time comandado por Diego Aguirre é o Atlético-GO no domingo (29), pelo Brasileirão. Fernando Diniz enfrenta o Athletico-PR, na quarta-feira (25), pelas quartas de final da Copa do Brasil.

Decepção

O argentino Mercado fez a estreia pelo Inter e fez de tudo. Abriu o placar no início do jogo, errou passe curto dentro da área e torceu para o Santos não marcar. Deu sorte.

Mas ainda no primeiro tempo foi envolvido pelo ataque adversário. Depois do intervalo, deu entrada dura e levou cartão amarelo. O árbitro chegou a ser chamado pelo VAR, revisou o lance, mas manteve a advertência. Foi sacado logo depois.

O jogo

Em um início agitado, o Santos sofreu com a agilidade do Internacional. Com uma marcação frágil, o time de Diniz viu os visitantes criarem chances perigosas e colocarem João Paulo para trabalhar.

Sete minutos foram suficientes para o Inter abrir o placar. Em bola parada, Dourado colocou na área e Mercado, cara a cara com João Paulo, chutou para abrir o placar.

Após o gol, o Santos acordou para a partida. Melhorou sua movimentação e criou sua primeira boa chance com Marcos Leonardo, que balançou a rede, mas teve seu gol anulado por impedimento.

Na sequência, o jovem atacante perdeu chance incrível no mano a mano com o goleiro Daniel, que passou a ser mais acionado pelos santistas.

O Inter abusou dos contra-ataques cedidos pelo Santos e por pouco não marcou o segundo, se não fosse Wagner Leonardo se jogar na bola para fazer o corte e salvar o Peixe.

Com maior volume de jogo, o Santos se impôs e passou a ter domínio das jogadas. Gabriel Pirani, que deixou dois defensores para trás, concretizou o empate. Destaque desta noite, o Menino da Vila bateu bonito e não deu chances para Daniel. A bola bateu na trave e entrou.

Minutos depois, a virada do Santos. Após receber algumas broncas de Fernando Diniz, Madson colocou o Santos na frente. Lucas Braga deu cruzamento na medida para o lateral cabecear. Ele tem sido uma das armas do time na bola aérea por sua facilidade no cabeceio.

Wagner Leonardo se safou de uma expulsão. O zagueiro santista, que já estava amarelado, parou o ataque do Inter empurrando Yuri Alberto. O ex-Santos estava com boas condições de balançar a rede, mas o árbitro Wagner Nascimento mandou o jogo seguir.

Mais tarde, Mercado também foi salvo pela arbitragem. O zagueiro solou Marcos Leonardo sem disputa de bola. O VAR foi acionado, mas o juiz novamente não viu necessidade de punição.

O Santos seguiu em alta no segundo tempo e criou as principais chances, mas não conseguiu converter em gols. Os santistas abusaram das laterais, sobretudo Lucas Braga, que se destacou pela boa criação. Bruno Marques, que entrou para suprir o desgaste de Marcos Leonardo, não entrou bem e perdeu duas boas chances.

Nos minutos finais, a defesa do Santos, que até então se destacava pela regularidade e solidez, vacilou e acionou a lei do ex na Vila Belmiro. Felipe Jonatan não acompanhou e Yuri Alberto marcou sem dó, sacramentando o empate colorado.

Ficha técnica

Santos — João Paulo; Madson, Luiz Felipe, Wagner Leonardo e Felipe Jonatan; Camacho, Jean Mota, Carlos Sánchez (Balieiro) e Gabriel Pirani; Lucas Braga e Marcos Leonardo (Bruno Marques).

Internacional — Daniel; Mercado (Guerrero), Bruno Méndez, Cuesta e Moisés (Paulo Vitor); Dourado, Lindoso (Boschilia), Edenilson, Patrick (Palacios) e Taison; Yuri Alberto (Johnny).

* Por supervisão de: Marjana Vargas

Voltar Todas de Inter

Compartilhe esta notícia:

Gabriel Mercado deve ser o titular na lateral direita contra o Santos
Aguirre exalta capacidade de reação do Inter: “Os jogadores tentaram e acreditaram”
Deixe seu comentário