Inter consegue ser inferior ao lanterna e perde mais uma no Brasileirão


Por: Jonata, jornalista, radialista e repórter na @rdgrenal.

Em jogo muito fraco tecnicamente, o Inter jogou pouco e conseguiu jogar menos ainda que o atual lanterna do Brasileirão. No Independência, o time de Celso Roth jogou uma de suas piores partidas nesse ano e foi batido no finalzinho, com gol de Michael.

Primeiro Tempo

Inter e América iniciaram um jogo bem disputado no meio de campo. Celso Roth optou por Anselmo no lugar de Eduardo Henrique, principalmente para povoar o meio de campo e conseguir ter posse de bola superior aos mineiros. Mas com o reforço na marcação que Anselmo deu, a qualidade na saída de bola praticamente não existiu.

O Internacional ficou refém de chutões de seus zagueiros para o ataque, onde a bola era rebatida e depois voltava aos mineiros. Sem meio, Valdívia recuava para tentar aproximar dos volantes e buscar a jogada, mas não encontrava companheiros para que pudesse criar algo ofensivo.

O América aproveitava a fragilidade colorada, que apesar dos 3 volantes, dava espaços, principalmente do lado esquerdo da defesa, entre Anselmo e Artur. Além deles, Fabinho também não fazia uma boa partida, com muitos erros de passes. Assim, o Coelho encaixava algumas jogadas e chegava melhor que o Inter no ataque. Contudo nenhum um time teve chance real de gol no primeiro tempo.

 

Segundo Tempo

Os times retornaram para o segundo tempo com a mesma formação. No Inter, o técnico Celso Roth insistia na formação com 3 volantes que não havia dado certo no primeiro tempo, muito em razão do pouca qualidade no passe dos 3 homens, que não saim para o jogo e erravam demasiadamente.

O Colorado não encontrava forças ofensivas para chegar com qualidade ao gol. Aylon estava muito isolado, Valdívia voltava muito para buscar o jogo e Sasha, apesar da movimentação, não conseguia dar sequência às jogadas.

Com mais ímpeto ofensivo, o América ia chegando perto do gol de Danilo Fernandes, com Matheusinho e Hernandes em duas boas oportunidades, aos 29′ e aos 33.  Sem perspectivas no ataque, Roth promoveu duas mudanças no time. Mandou à campo Seijas e Nico López. O Inter até teve uma melhora no sistema de meio campo, mas sem criar algo perigoso.

Contudo, era o América quem pressionava e buscava o gol, em bolas paradas chuveirinhos na área. O Inter não conseguia sair jogando e sem organização, pouco fez no segundo tempo, assim como no primeiro.

Mas conta por não atacar chegou no finalzinho, aos 45′. Na pressão, o Coelho chegou num cruzamento de Jonas aparece pela direita. Michael se antecipou no primeiro poste e desviou de cabeça. A bola entrou no ângulo direito de Danilo Fernandes e decretou mais uma derrota no Brasileirão.

Dono da bola Coca-Cola: Matheusinho

Ficha Técnica

AMÉRICA 1 X 0 INTERNACIONAL – 27ª RODADA BRASILEIRÃO

Gol: Michael

América-MG: Fernando Leal; Jonas; Éder Lima, Roger e Gilson (Bruno Teles); Juninho, Leandro Guerreiro, Ernandes e Danilo Barcelos (Michael); Nixon e Osman (Matheusinho). Técnico:  Enderson Moreira.

Inter: Danilo Fernandes; William, Paulão, Ernando e Artur; Rodrigo Dourado, Anselmo (Seijas), Fabinho e Valdívia (Ceará); Eduardo Sasha (Nico López) e Aylon. Técnico: Celso Roth.

Local: Estádio Independência, em Belo Horizonte (MG). Arbitragem:  Rafael Traci, com Ivan Carlos Bohn e Luiz H. Souza Santos Renesto (trio do PR). Cartões amarelos: Anselmo, Artur (I).

 

Comentários