Histórico Inter x Corinthians: Colorado reencontra Timão após trauma no Brasileirão passsado

Inter e Corinthians se enfrentam mais uma vez em uma das maiores rivalidades do país

Foto: Ricardo Duarte / S. C. Internacional

Nesse sábado (03), Inter e Corinthians se reencontram para protagonizarem mais um duelo. A partida será válida pela 9ª rodada do Campeonato Brasileiro e terá como palco a Neo Química Arena, com o horário marcado para às 21h. Considerada uma das maiores rivalidades no âmbito nacional, o clássico já passou por diferentes fases.

Será a 81ª partida entre os dois, em uma rivalidade que se iniciou em um amistoso no longíquo ano de 1945. Na ocasião, o Corinthians venceu o primeiro embate pelo placar de 4 a 1, no estádio Pacaembu, em São Paulo, no dia 4 de novembro. Já o confronto inaugural no Campeonato Brasileiro, foi ainda no antigo ‘Robertão’ de 1967, quando ambos os clubes ficaram no empate em 2 a 2, no estádio Eucaliptos, no dia 2 de abril.

Porém, foi a partir da metade dos anos 2000 que o clássico protagonizou os momentos mais tensos.

2005

A rivalidade se assentuou quando os dois disputaram o mais polêmico Campeonato Brasileiro que já teve. Conhecido pelos colorados como a ‘Estrela Roubada’.

A competição marcou a anulação de 11 jogos apitados por Edílson Pereira de Carvalho, que foi preso após ser o comandante em uma ação que mais tarde ficaria conhecida como a ‘Máfia do Apito’. A remarcação das partidas acabou beneficiando o clube paulista que recuperaria pontos perdidos.

Ainda, a penalidade não assinalada em Tinga na final antecipada diante do Corinthians, e a expulsão do jogador, assombram até hoje os torcedores colorados. Em entrevista para a Rádio Grenal, o ex-jogador relembrou: “Eu fui assaltado em um Brasileiro com uma expulsão”.

2009

Em 2009, Inter e Corinthians protagonizaram a final da Copa do Brasil daquele ano. Na ocasião, os paulistas sairam campeão após vencer a ida em São Paulo, pelo placar de 2 a 0, e no estádio Beira-Rio, empatarem em 2 a 2. Os colorados reclamam que as convocações de Nilmar e Kléber para a Seleção Brasileira prejudicaram o time gaúcho na partida de ida. Porém, o clube paulista contava com uma estrela mundial no seu elenco conhecida como Ronaldo e assim consagraram-se tricampões da competição naquela temporada.

2010

Sem disputa por título, a partida foi marcada por um lance inusitado. No estádio Beira-Rio, o Inter vencia os paulistas até o minuto 45 da etapa final pelo placar de 2 a 1. Entretanto, após cobrança de escanteio e cabeçada de Paulo André, a bola que iria no ângulo acabou sendo defendida pelo lateral-direito, Nei, que imediatamente foi expulso.

O lance culminou no gol de pênalti convertido por Bruno César. Contudo, aos 48, Andrezinho marcou lindo gol de falta e fez Nei sair da partida com uma imagem de garra pelos torcedores colorados. O ex-jogador comentou sobre o lance: “Quando vi que o Renan saiu na bola, sempre me preocupei com isso e fui para dentro do gol. Quando vi que não alcançaria a bola, acabei tirando com a mão e pensei em segurar o resultado. Foi bom que sai aplaudido pela torcida pois todos viram que tentei ajudar”.

2017

Naquele ano, o Inter disputaria pela primeira vez em sua história a segunda divisão do Campeonato Brasileiro. Os dois clubes se encontravam na quarta fase da Copa do Brasil. A ida por 1 a 1 em Porto Alegre, deixou a decisão para São Paulo. Na capital paulista, o mesmo resultado do primeiro jogo permaneceu. Nos pênaltis, os colorados venceram pelo placar de 5 a 4 e avançaram para a fase seguinte.

2021

O capítulo mais recente desta história, e talvez o mais doído pela torcida colorada. Há quase cinco meses, Inter e Corinthians empatavam em 0 a 0, no estádio Beira-Rio, pela última rodada do Campeonato Brasileiro de 2020. A partida poderia marcar a tetracampeonato do clube gaúcho, porém, com uma penalidade não assinalada após toque no braço de Ramiro, o time alvirrubro tentou até os 51 minutos da etapa final quando Edenílson teve seu gol anulado por impedimento. Precisando vencer, os colorados viram o título ficar com o líder Flamengo, que havia perdido sua partida.

GERAL

O retrospecto geral, leva uma pequena vantagem ao time paulista. São 27 vitórias para o lado corinthiano, contra 20 do colorado, contando 33 empates. Ao todo são 81 gols marcados pelo Inter e 82 tentos pelo Corinthians. Na Neo Química Arena, local onde será a partida desse sábado, o Timão detém uma larga disparidade com 20 vitórias e sete para os colorados, além de 14 empates. Você acompanha tudo deste confronto na Apaixonada Por Futebol, a Rádio Grenal.

* Por supervisão de: Marjana Vargas

Voltar Todas de Inter

Compartilhe esta notícia:

Inter tem retrospecto negativo com a ausência de Taison
Qual foi o teor da reunião entre torcedores gremistas e direção
Deixe seu comentário