Heitor projeta confronto decisivo diante do Olímpia: “Vamos recuperar o respeito de todo mundo”

O lateral-direito concedeu entrevista coletiva nesta quarta-feira projetando o confronto diante dos paraguaios pela Copa Libertadores

Foto: Ricardo Duarte / S.C. Internacional

Na manhã desta quarta-feira (21), o lateral-direito do Inter, Heitor, falou em entrevista coletiva projetando o confronto diante do Olímpia, em partida válida pela volta das oitavas de final da Copa Libertadores da América.

Nos últimos jogos, o Inter conseguiu criar várias situações de gols, porém, uma tônica da temporada colorada são os erros na hora de finalizar as jogadas. Heitor comentou sobre o fato: “A gente sabe que tá criando bastante oportunidade. Sabemos que temos qualidade para fazer o gol nas oportunidades que estamos criando. Recuperamos a confiança de jogar em casa”. Também, o lateral-direito respondeu sobre as diferenças em atuar na posição sendo treinado por Miguel Ángel Ramirez e Diego Aguirre: “O Miguel (Ramirez) pedia para o lateral jogar mais para o dentro. O Aguirre pede para jogarmos mais abertos. Estamos tratando o que ele pede e com ele jogamos mais abertos”.

Outro fator importante que vem marcando a segunda passagem de Aguirre pelo clube gaúcho são os poucos gols sofridos. Nos últimos três jogos, o time não tomou nenhum. Sobre consolidação defensiva, Heitor frisou: “Não tomando gol estamos mais perto da vitória. Claro que queremos decidir nos 90 minutos, mas não podemos nos jogar pois se tomarmos um gol teremos que fazer dois”. O jogador também falou das conversas envolvendo a linha defensiva colorada: “A gente conversa bastante durante o jogo na linha de quatro. Converso com o Moisés para quando eu subir, ele ficar e vice versa. Temos trabalhado isso bastante e vem dando certo”.

Oriundo das categorias de base do clube, o lateral comentou se sentir mais maduro e experiente, hoje, principalmente com as oportunidades recebidas. Reiterou estar ali para aprender e também ensinar àqueles que estão subindo no momento ao time profissional. “É um jogo de Libertadores, difícil de acreditar quando subimos para o profissional. Feliz em representar o Inter e espero a classificação”, completou. O jovem também respondeu sobre os objetivos para este restante de temporada 2021: “É um objetivo nosso chegar longe na Libertadores e na parte de cima da tabela no Brasileiro. Se cada um dar tudo de si vamos conseguir”.

 

 

* Por supervisão de: Marjana Vargas

Voltar Todas de Inter

Compartilhe esta notícia:

Em casa, Grêmio perde por 2 a 1 para LDU e fica de fora da Copa Sul-Americana
Após eliminação na Sul-Americana, Felipão questiona arbitragem: “A gente tem que ficar quietos”
Deixe seu comentário