Falcão estreia, mas suas filosofias ainda não e Inter perde mais uma


Por: Kalleb França, jornalista, radialista e repórter na @rdgrenal

Uma tarde de sol, frio e fraca atuação colorada. Assim ficará marcada a terceira estreia de Falcão no comando da equipe principal do Internacional. O colorado perdeu par ao líder por 1×0 e apresentou as mesmas falhas de quando era treinado por Argel Fucks. Com a derrota o time colorado fica na 10ª  colocação com 20 pontos, mas pode perder mais posições até o final da rodada. O Palmeiras, se isola na liderança com 32 pontos e sabe, de antemão, que nessa rodada não perde a liderança.

 

 

Primeiro tempo sem balão e sem criatividade

 

Mesmo com a estreia do técnico Falcão, alguns problemas da era Argel se mantiveram dentro de campo. O que se viu foi um time que começou marcando alto, porém sem ser efetivo. Muito distante de exercer uma pressão sob a saída de bola palmeirense. Logo aos 3′ Gabriel Jesus, recebeu um passe no ponto futuro e ganhou na velocidade de Ernando e Paulão, com muita sutileza, o atacante tocou por cima de Marcelo Lomba para encobri-lo, a bola saiu pelo lado e por pouco os paulistas não abriram o placar.

Logo após, em uma jogada pelo lado direito, Cleiton Xavier dá um passe preciso, Gabriel Jesus toca para trás e Erik, que estava distante da área, ganhou na velocidade de seus marcadores que não afastaram a bola e permitiram que o atacante chegasse e concluísse para dentro do gol de Marcelo Lomba. Estava aberto o placar aos 10′ do primeiro tempo.

Aos 25′ mais uma falha defensiva quase resultou no segundo gol do Palmeiras. Paulão não acompanhou Gabriel Jesus, que recebeu e sem dominar tocou na bola que saiu pelo lado. Eram 26′ o Palmeiras somava 3 finalizações, um gol marcado e mais posse de bola. O Internacional, tinha dois escanteios que não foram aproveitados. E não foram fruto de finalizações apenas de jogadas pelo lado que não deram certo. Prrto do final do primeiro tempo, o colorado melhorou um pouco, conseguiu chegar porém sem muita força. Quem quase marcou novamente foi o Palmeiras, com Roger Guedes que ganhou na velocidade pelo lado esquerdo, e chutou forte, Marcelo Lomba fez boa defesa e impediu que o primeiro tempo terminasse pior.

 

Segundo tempo

Para a etapa complementar, o técnico Falcão promoveu a entrada de Valdívia no lugar de Andrigo. Com isso, o time ficou mais rápido e mais atento. A marcação alta começou a surtir efeito à medida que o time ficava mais com a bola, e assim chegou com mais facilidade ao ataque. A alternativa principal do Palmeiras passou a ser o contra ataque, e quase que Gabriel Jesus aproveitou em uma arrancada.

Em seguida, Rodrigo Dourado apareceu de surpresa dentro da área e  recebeu um bom passe após boa troca de passes do time do Inter, o volante girou em cima da marcação e chutou forte na rede pelo lado de fora. O colorado passou a jogar muito pelos lados. Espaço que o time deixava para que os laterais colorados subissem. Sem cabecear com efetividade, os cruzamentos foram empilhados pelos jogadores colorados.

Falcão mudou de novo. Colocou em campo Anderson no lugar de Gustavo Ferrareis, a entrada do camisa 8, não mudou muita coisa do que vinha sendo apresentado. Em uma escapada pelo lado direito, Vitinho cruzou e Edu Dracena afastou. Na cobrança de Willian a zaga paulista tirou o perigo. Aos 36′, Vitinho deu uma meia lua  em seu marcador e avançou em velocidade em direção a área. o atacante foi derrubado. Antes da cobrança aos 37′, Falcão colocou em campo o centro avante Ariel no lugar de Fernando Bob. Na cobrança da falta, Gabriel Jesus afastou para escanteio, tentando marcar, Valdívia cobrou fechado, mas a zaga palmeirense afastou.

Estava estabelecida a blitz colorada no final do jogo. Abandonando completamente a estratégia, a busca era pelo empate. Na tentativa, Valdívia chutou de fora da área, mas pegou do lado errado da bola e ela foi por cima. O Palmeiras, tratava de segurar o relógio e esfriar um pouco o time colorado. No final, quem quase marcou novamente foram os paulistas, mas Marcelo Lomba, bem posicionado segurou fez a defesa.

A derrota por 1×0 para o líder Palmeiras se soma aos últimos seis fracassos colorados. Agora são sete jogos sem vencer, 1 ponto conquistado em 21 disputados, derrota em clássico e troca de treinador. A semana será de pressão na preparação para enfrentar a Ponte Preta fora de casa na próxima rodada do Campeonato Brasileiro.

 

FICHA TÉCNICA:

INTERNACIONAL 0 X 1 PALMEIRAS

Local: Estádio Beira-Rio, em Porto Alegre

Data : 17 de julho de 2016, domingo

Horário : 16 horas (de Brasília)

Árbitro : Andre Luiz de Freitas Castro (GO)

Assistentes : Kleber Lucio Gil (SC) e Bruno Raphael Pires (GO)

Cartões amarelos: Raphinha, Paulão, Ariel e William (Inter); Gabriel Jesus e Thiago Santos (Palmeiras)

GOL:

PALMEIRAS: Erik, aos dez minutos do primeiro tempo

INTERNACIONAL : Marcelo Lomba; William, Paulão, Ernando e Raphinha; Fernando Bob (Ariel), Rodrigo Dourado, Gustavo Ferrareis (Anderson) e Andrigo (Valdívia); Eduardo Sasha e Vitinho

Técnico : Paulo Roberto Falcão

PALMEIRAS : Fernando Prass; Jean, Edu Dracena, Vitor Hugo e Zé Roberto; Thiago Santos, Tchê Tchê e Cleiton Xavier (Dudu); Róger Guedes (Leandro Pereira), Erik (Rafael Marques) e Gabriel Jesus

Técnico : Cuca

 

 

 

 

 

Comentários