Exclusivo: Alessandro Barcellos projeta classificação do Inter diante do Olimpia: “Nosso projeto precisa disso”

Foto: Rádio Grenal

Na noite desta quarta-feira (21), o presidente do Inter, Alessandro Barcellos, esteve presencialmente no estúdio da rádio Grenal e concedeu uma entrevista exclusiva para o Grenal FC. Os participantes puderam extrair do dirigente diversos assuntos relacionados ao jogo de amanhã pela Libertadores contra o Olimpia, contratações e o seu envolvimento na política.

OLIMPIA

O Inter decide contra o time Paraguaio uma vaga para às quartas de final da Copa Libertadores, no Beira-Rio, às 21h30 e o assunto foi abordado ao presidente que falou da dificuldade da competição: “Vimos ontem uma rodada da Libertadores muito difícil, com disputas nos pênaltis. Precisamos passar de fase, o ambiente é muito positivo.” Além do retorno esportivo, o colorado precisa passar de fase para receber a premiação da Conmebol: “Nosso projeto precisa disso, o Aguirre com tempo está melhorando a equipe.” O cartola finalizou convocando o torcedor para ter pensamentos positivos durante a partida: “Convocamos o torcedor para acompanhar amanhã, com uma energia positiva.”

CONTRATAÇÕES

Por estar com dificuldades financeiras, a direção precisa ser criativa nos reforços. Barcellos reforçou que esse pensamento faz parte do processo: “A gente estabeleceu isso e envolve toda a direção, juntamente com o CAPA. A necessidade faz com que a gente busque características diferentes.” Ainda garantiu que o clube não fará negócios milionários: “Não iremos fazer loucuras, trazendo e gastando dinheiro que não temos. E outra, o atleta tem que querer vestir a camisa do clube.”

POLÍTICA

Antes de ser o presidente do Inter, Alessandro Barcellos teve vínculo com um partido político. Esse assunto também foi pauta no programa e o cartola acredita que esse assunto não é relacionado a sua atual função: “Não tenho nada a esconder, mas não acho que isso tem a ver com a minha vida no Inter. Nunca falei de política dentro do clube. Não tenho pretenção de ter uma vida política.” Barcellos ainda disse que a instituição, Internacional, tem que ter uma boa relação com todas as autoridades: “O Inter tem que respeitar o Presidente da república, governador do Estado e o prefeito de Porto Alegre. Não importa o partido que cada um deles pertence.”

* Por supervisão de: Marjana Vargas

Voltar Todas de Inter

Compartilhe esta notícia:

Após eliminação na Sul-Americana, Felipão questiona arbitragem: “A gente tem que ficar quietos”
Se passar na Libertadores, Inter vai reencontrar velho conhecido nas quartas de final
Deixe seu comentário