“Erros evitáveis”, afirma Coudet sobre derrota para Corinthians

Em entrevista coletiva, Coudet preferiu não citar nomes ao falar sobre erros individuais

Foto: Ricardo Duarte/S.C.Internacional

Após a derrota por 1 a 0 para o Corinthians, Eduardo Coudet chegou para coletiva de imprensa com um ar abatido de quem não perdia há sete partidas e nesta noite viu sua equipe jogar abaixo do esperado. O treinador colorado admitiu que sua equipe não jogou bem e que deixou escapar uma oportunidade importante na competição. Se vencesse, o Inter poderia conquistar o título do primeiro turno do Brasileirão.

Por diversas vezes, o colorado sentiu dificuldades de chegar na área do adversário, que apertou com uma marcação alta. Pressionando, a equipe paulista conseguiu chegar ao gol com Matheus Davó aos 33 minutos do primeiro tempo.

Não fizemos um bom jogo. E quando é assim, os rendimentos não foram bons. Temos que trabalhar e corrigir. Da derrota, agora o sentimento é de dor. Tivemos erros defensivos, mas também muitos erros ofensivos. É um conjunto. Quando digo que não fizemos boa partida, isso é para todos. Tentamos jogar com a bola, criar mais que o rival. Mas não tivemos a agressividade e as terminações que temos normalmente”, explicou Coudet.

 

“A realidade é que não jogamos bem” (Coudet)

 

O gol sofrido passou, sobretudo, por um erro individual de Victor Cuesta. O técnico preferiu não citar os erros de seus jogadores, mas falou sobre erros “evitáveis”. “Acho que estamos tomando gols de erros evitáveis. Essa é a verdade. Estamos cometendo erros que estamos pagando com gols, mas que são evitáveis”, afirmou.

O técnico ainda admitiu que a equipe esteve lenta em campo e não conseguiu atingir o objetivo. Chacho foi com força máxima contra o Corinthians após ter poupado os titulares na partida contra o Atlético-GO, mostrando que, neste momento, o colorado prioriza o Campeonato Brasileiro. A derrota contra a equipe paulista incomodou o técnico, que admitiu: “São dias. É um esporte de costume e quando uma equipe não está bem, não se vê da melhor maneira. Buscar uma explicação da velocidade, não passa por aí. É buscar por não ter feito um bom jogo. Essa é a realidade“.

* Por supervisão de: Marjana Vargas

Voltar Todas de Inter

Compartilhe esta notícia:

Inter fecha primeiro turno do Brasileirão com derrota para o Corinthians
Em troca de Pottker, Inter anuncia contratação de Maurício
Deixe seu comentário