Em atuação fraca, Inter perde para o Flamengo


Por: Jonata, jornalista, radialista e repórter na @rdgrenal.

Em um jogo técnicamente ruim, colorado mostrou pouca qualidade e foi derrotado pelo Flamengo. Time de Argel Fucks até teve mais posse de bola em alguns momentos, mas não conseguiu criar oportunidades reais de gol e Muriel teve grande participação na partida, não deixando o Flamengo abrir um placar mais elástico.

Primeiro Tempo

O jogo mal tinha começado e já aos 4 minutos as luzes dos estádio de Cariacica se apagavam. Quatro minutos depois a partida recomeçava, com o Internacional marcando pressão nos cariocas. Mas o jogo era equilibrado. O Flamengo jogava com o apoio de sua torcida e buscava revidar os ataques colorados, com a ofensividade de Guerreiro e Ederson, principalmente em chutes de fora da área.

O Inter tinha o reforço da estreia de Seijas, que ao lado de Anderson, dava mais qualidade ao meio de campo vermelho. Mesmo assim, era o rubro-negro era quem buscava mais o ataque. Tanto que aos 17 minutos em jogada pelo lado direito da defesa do Inter, Jorge tentou cruzar e a bola bateu no braço de Ernando dentro da área. O árbitro entendeu que não houve a intenção e mando seguir o jogo.

Um minuto depois, em escanteio do Flamengo, Jorge de novo, teve ótima chance, mas William tirou em cima da linha. Na sequência, Willian Arão cruzou, Guerreiro dividiu de cabeça e a bola sobrou para Ederson empurrar para o fundo da rede de Muriel. 

O jogo iniciava melhor para o colorado mas era o Flamengo quem chegava ao gol, com uma presença ofensiva mais efetiva que o time de Porto Alegre. O meio campo colorado era desorganizado, muito pelo fato da falta de entrosamento entre os titulares. A defesa falhava mais uma vez e o time não conseguia reagir após o gol.

O Flamengo adiantou seu time e fez com que o Inter não conseguisse uma saída de bola mais qualificada. Com uma boa movimentação, Seijas até tentava buscar o jogo, mas não encontrava aproximação por parte dos seus companheiros. Anderson foi muito apagado e quase não participou do jogo.

 

Segundo Tempo

Na segunda etapa, o time do Internacional vinha com uma mudança, para pelo menos, buscar o empate. Argel mandava Anderson para o chuveiro após um primeiro tempo bem abaixo das últimas atuações e Myke veio a campo. Mesmo assim, o time continuava como no primeiro tempo. A bola não chegava com qualidade aos atacantes, sem participação do meio campo.

O Flamengo retornava mais cauteloso para o segundo tempo e esperava o colorado no seu campo, com as linhas de marcação bem próximas. O Inter ameaçava principalmente nas jogadas de Vitinho, que em oportunidade aos 15′ fintou Réver e arriscou o chute, que rebateu na zaga.

Mas o Flamengo não deixava de atacar e levou perigo em duas oportunidades, aos 21′ e 22′. Muriel foi bem nas defesas e conseguiu evitar que os cariocas abrissem uma vantagem maior. O colorado se segurava na defesa e não conseguia chegar bem ao ataque.

Argel tentava reposicionar seu meio-campo e após meses se recuperando de lesão, Valdívia retornava aos gramados, dando esperança ao torcedor. Mesmo assim, o jogo era truncado e foi caminhando para o final sem muitas chances para os dois times.

Em mais uma derrota fora de casa, o Inter não conseguiu reagir contra o desorganizado Flamengo. Com um começo de primeiro tempo melhor que o adversário, Argel não conseguiu fazer com que seu time buscasse o resultado, com uma atuação fraca de toda a equipe e principalmente de Leandro Almeida, que estreou mal na zaga.

O colorado volta a campo no final de semana contra o Grêmio, em mais um clássico grenal, no Beira-Rio.

 

Craque Coca-Cola: Muriel

 

Ficha Técnica

FLAMENGO 1 X 0 INTERNACIONAL

GOL: Ederson

Flamengo: Alex Muralha; Rodinei (Pará), Réver, Rafael Vaz e Jorge; Márcio Araújo, Willian Arão, Alan Patrick e Ederson (Everton); Marcelo Cirino (Thiago Santos) e Paolo Guerrero. Técnico: Zé Ricardo.

Inter: Muriel; William, Leandro Almeida, Ernando e Artur; Rodrigo Dourado, Fernando Bob, Anderson (Mike) e Seijas (Alex); Sasha (Valdívia) e Vitinho. Técnico: Argel Fucks.

Local: Estádio Kléber Andrade, em Cariacica (ES).

Arbitragem: Ricardo Marques Ribeiro, com Pablo Almeida da Costa e Celso Luiz da Silva (trio de Minas Gerais). Cartões amarelos: Réver (F);Fernando Bob (I).

Comentários