Eduardo Coudet participa de bate-papo por vídeo com funcionários, gerência e técnicos das categorias de base do Inter

Foto: Divulgação/Internacional

O atual treinador do Inter, Eduardo Coudet participou de um bate-papo por vídeo com funcionários, gerência e técnicos das categorias de base do clube. Organizado com o objetivo de apresentar a mentalidade do argentino a respeito do processo de formação de atletas, o encontro durou cerca de uma hora e 30 minutos. Ao longo da conversa, o responsável pela casamata alvirrubra contou detalhes de sua carreira, revelou as características que costuma observar em jogadores mais novos, destacou seu gosto por trabalhar com jovens e, ainda, respondeu perguntas dos treinadores do Celeiro de Ases.

Em entrevista exclusiva à Rádio Grenal na tarde desta quarta-feira (27), Erasmo Damiani, coordenador das categorias de base do Inter, destacou pontos importantes da reunião com Coudet e disse que o bate-papo serviu para manter a relação entre profissional e base, ainda mais forte. Ainda mais no contexto atual vivido pelo futebol brasileiro. “Nós estamos vivendo um momento atípico. Falo muito que temos que nos reinventar. Como não podemos estar presencialmente com o Coudet, passamos fazer alguns bate-papos por vídeo para manter a relação próxima. Ele passou o que ele pensa sobre categorias de base, da forma que ele gosta de treinar e jogar. Foi uma hora e meia muito proveitosa, de ganho para todo mundo”, explica.

‘Chacho’, como é conhecido, também demonstrou grande conhecimento acerca do time júnior do Inter, relembrando detalhes de uma das partidas disputadas na campanha do pentacampeonato da Copa São Paulo, conquistado, pela base colorada, em janeiro deste ano. Para Damiani, é surpreendente o fato de Coudet conhecer com propriedade a base colorada mesmo com tão pouco tempo casamata do Inter. “Ele falou muito da Copa São Paulo, especialmente do jogo do Corinthians. Ele disse que jogamos de uma forma diferente, e usou como para explicar as possibilidades de variações. Além disso, falou com propriedade sobre nomes. É surpreendente, com pouco tempo de clube, ele ter tanto conhecimento dos atletas, sem mesmo ter treinado com eles. Isso chamou bastante atenção”, frisa.

Calendário

Se o grupo profissional, que já retomou os treinamentos, ainda não sabe quando voltará a jogar oficialmente, quem dirá as categorias de base. O Inter, que adotou medidas de seguranças para poder retornar aos trabalhos do grupo profissional, ainda não liberou o futebol júnior para realizar atividades no CT. Sendo assim, a base tenta se manter em forma através do trabalho online realizado sob coordenadoria do treinador Fábio Matias. Para o coordenador, determinados jogadores sofrerão muito por estarem iniciando o processo de formação como atleta. Além disso, há uma espera por parte da comissão técnica referente ao retorno do treinamento desses meninos, então, daqui pra frente a esperança é que haja uma alternativa para a base.

“A sub-14 e a sub-15 especialmente vai sofrer muito, porque está iniciando o processo de formação. É muito importante treino e competição, treino e competição, e eles não estão tendo nem um e nem outro. Ainda não temos uma data. Estamos esperando as autoridades se pronunciarem. Vamos ver de que forma vamos adaptar os alojamentos, refeitórios, porque provavelmente vão ter novos protocolos’, compreende.

Ao final da reunião, Coudet ainda convidou os profissionais a acompanharem os treinamentos que comanda no CT Parque Gigante, assim que terminadas as restrições sanitárias. “Vai ser um prazer recebê-los em nossas atividades. Fica aqui o convite!”, finaliza.

* Por supervisão de: Marjana Vargas

Voltar Todas de Inter

Compartilhe esta notícia:

Inter mantém treinamentos fortes no CT Parque Gigante visando manter o preparo físico de jogadores
Inter prepara nova campanha para “compensar” sócios e comemora novas associações em meio à pandemia
Deixe seu comentário