De volta em casa, Taison exalta clube em apresentação: “Minha cabeça estava focada no Inter”

Taison retornou ao clube que o revelou e foi apresentado oficialmente hoje

Foto: Ricardo Duarte / S. C. Internacional

A agonia dos torcedores colorado enfim terminou. Taison voltou e de forma oficial foi apresentado no início da tarde desta sexta-feira (23) como novo jogador do Inter para a temporada 2021. O novo camisa 10 tocou em diversos assuntos e àquilo que deseja obter vestindo novamente o uniforme do clube.

EXPERIÊNCIA

Hoje, com 33 anos, Taison acumulou ao total 11 anos jogando na Europa. Sobre voltar sendo visto um jogador experiente, o atacante comentou: “Sai com 22 anos, campeão da Sul-Americana, Libertadores. Volto mais experiente, capitão do Shakhtar, quase 300 jogos. Agradeço o torcedor que teve a paciência em me esperar. Volto para ajudar os jovens assim como Bolívar e D’Ale me ajudaram aqui.”

Ainda, o ídolo colorado falou sobre os momentos que presenciou jogando contra os maiores clubes do mundo durante muito tempo de sua vida: “O Taison disputou Champions League, joguei contra Inter de Milão, Real Madrid e outros grandes da Europa. Volto com outra cabeça mas com a mesma disposição.”

VONTADE DE VOLTAR

Nas últimas temporadas, perdeu-se a conta de quantas vezes foram especuladas os possíveis retornos de Taison ao Inter. Em 2021, o negócio finalmente concretizou com final feliz. Sobre as dificuldades para que acontecesse o reencontro entre o Clube do Povo e o jogador, o atleta brincou: “O que eu incomodei de mensagem o presidente para acertarmos logo.” Contudo, o jogador comentou sobre os desentendimentos no seu ex-clube: “No Shakhtar não foi como eu gostaria o fim, tive uma discussão com o treinador mas que graças a Deus apagaram”.

GRATIDÃO

O sentimento pelo clube que o revelou, sempre deixou claro ser eterno. Colorado desde a infância, o ídolo do Inter ressaltou: “Queria agradecer a essa camisa (do Inter) que fez eu conquistar coisas que eu jamais imaginei. A gratidão pelo clube não tenho nem palavras para explicar”. Ademais, o jogador nunca deixou de acompanhar o clube que o revelou, e falou sobre o sentimento acerca na última temporada: “O Inter tá disputando título sempre. Disputou até o último minuto o Campeonato Brasileiro. Sou torcedor e estava torcendo. O grupo do Inter é muito bom”.

Questionado sobre o que é ser colorado como jogador, Taison comentou: “Ser colorado é conquistar. Torcida e todos jogadores, direção, querem títulos. O grupo é forte, muito bom. Precisamos ganhar. Primeiro merecer”.

EM QUAL POSIÇÃO JOGARÁ

No dia em que o Inter anunciou a volta de Taison, o atleta fez uma live através do Instagram oficial do clube falando com os torcedores colorados. Na ocasião, o jogador comentou que vinha jogando no Shakhtar pelo meio do campo. Sobre a posição que o atacante prefere jogar, comentou: “Não tem muita diferença, jogando aberto vou poder ir para o meio. Jogando pelo meio vou poder ir para o lado. Já vi o Inter jogar muito nesse esquema do Ramirez”.

Taison também comentou que não havia tido contato com o treinador espanhol: “Não tive a conversa com Mister (Ramirez) ainda, não tive a oportunidade de vê-lo. Me sinto bem pelo lado e meio do campo. Vou estar a disposição onde ele precisar”.

OUTRAS PROPOSTAS

Confirmado pelo seu empresário, Alcyone Dornelles, logo quando houve o acerto entre Taison e o Inter que o jogador havia recebido sondagens do Flamengo e outros clubes do mundo, o meia comentou sobre como prevaleceu a sua vontade de retornar a Porto Alegre e jogar no estádio Beira-Rio: “Tive outras propostas de fora do Brasil mas minha cabeça estava focada no Inter. A única coisa que tenho que fazer é honrar essa camiseta e isso eu vou fazer”.

CAMISA 10 E MÚSICA DEDICADA

Na apresentação de Taison nas redes sociais oficial do Inter, o clube divulgou uma música dedicada totalmente ao jogador feita pelo grupo de pagode “Zueira”, ainda, logo após, foi postado também um vídeo de D’Alessandro passado sua camisa 10 ao novo contratado colorado. Sobre, Taison comentou: “Gostei muito da música, gostei muito da recepção que tive. Mas não posso me colocar no mesmo nível que D’Alessandro e Fernandão. D’Alessandro só me ligou, tive que pedir a permissão para ele e usar a camisa 10. E ele liberou. Espero trazer alegrias a torcida”.

POSSÍVEL ESTREIA

Taison vestirá a camisa 10 do Inter e já no BID. Contudo, não pode jogar no Campeonato Gaúcho em virtude que o prazo de inscrições da competição já terminou. Com isso, o atleta deverá reestrear com a camisa colorada na Copa Libertadores da América. Ao que tudo indica, pela proximidade do jogo diante do Deportivo Táchira na próxima terça-feira (27), o jogador deve estar presente novamente no gramado do Beira-Rio na partida diante do Olímpia, no dia 05/05, na terceira rodada do campeonato continental. 

* Por supervisão de: Marjana Vargas

Voltar Todas de Inter

Compartilhe esta notícia:

Conheça o novo reforço colorado: Juan Manuel Cuesta
Inter conhece seu adversário na Terceira Fase da Copa do Brasil
Deixe seu comentário