Covid-19: os 30 dias dias sem futebol no Inter

Competições seguem sem data para voltar

Foto: (Ricardo Duarte/S.C.Internacional)

A rodada do dia 15 de março, pelo Campeonato Gaúcho, na vitória por 4 a 1 sobre o São José, foi a última vez que o time do Inter entrou em campo. Em virtude da pandemia da Covid-19, todas as competições foram suspensas e, desde então, são exatos 30 dias sem futebol.

Durante este período, diversas medidas foram tomadas pelo Inter diante de tal cenário, e a Rádio Grenal traz um panorama das ações realizadas enquanto ainda há o debate sobre a volta dos jogos. Veja abaixo:

– Férias coletivas de 1° a 20 de abril

Com a medida de isolamento social, todas as atividades foram suspensas no clube. Sem uma previsão momentânea das partidas, o Inter adotou a proposta da Comissão Nacional dos Clubes e deu férias aos jogadores pelo período de 20 dias. A medida também visa diminuir os impactos financeiros nas contas. E, assim, o próximo passo será uma readequação salarial junto aos atletas.

Até aqui, o Inter manteve o pagamento integral dos salários no mês de março. O mesmo deve ser feito com relação ao mês de abril. A direção deve encaminhar ainda a prorrogação do período de férias por mais 10 dias.

– Corte de 30% em todas as áreas do clube

Diante do cenário de perda de receitas, a direção do Inter também enviou uma orientação para que todas as áreas do clube reduzam suas despesas em 30%.

– Reavaliação quanto às negociações do elenco

A paralisação do mundo do futebol também traz interferências diretas nas negociações do mundo da bola. Com um novo cenário, o Inter garante que a prioridade do clube é pela manutenção do elenco, mas prevê a negociação de até dois atletas para manter o orçamento.

“A ideia era ter um elenco equilibrado em todos os setores, que era a ideia do Coudet. Nós conseguimos isso com recursos escassos e atendemos o pedido do técnico. Com a parada das competições e com as dificuldades financeiras dos grandes clubes europeus, a janela não virá com a mesma sede como vem nos outros anos pelos jovens valores aqui no brasil. Não tínhamos negociações encaminhadas, tínhamos sim, previsão. Temos que negociar algum atleta, um ou dois, para cumprir nosso orçamento. Mas tudo ficou prejudicado e não temos nenhuma previsão com relação a isso”, declarou o diretor executivo Rodrigo Caetano à Rádio Grenal.

Mesmo sem uma previsibilidade quanto aos negócios, o atual elenco também possui atletas com contrato que se encerram no final deste ano. Entre os nomes, D’Alessandro. “Ainda não conversamos. A prioridade nossa, hoje, é encontrar a solução para essa nossa travessia. Nós temos interesse que os jogadores permaneçam conosco, independente do calendário. E o caso de D’Alessandro é sempre muito especifico. Ele colabora demais com o clube. Vamos conversar isso, quando tivermos o mínimo de previsibilidade possível”, explicou Caetano.

– Corrente solidariedade mobiliza o futebol

Com a pandemia do coronavírus, o futebol se transformou em uma ferramenta de auxílio e prevenção à doença. O grupo de jogadores colorados se reuniu para uma doação coletiva de 100 cestas básicas e 100 kits de limpeza para instituições assistenciais.

O Inter também disponibilizou o Gigantinho às autoridades locais para que o local possa ser utilizado no enfrentamento ao coronavírus. Além disso, um drive-thur solidário foi lançado e está disponível no estádio Beira-Rio, para que as pessoas possam fazer suas doações em um sistema especial de logística. As doações poderão ser feitas em todos os dias da semana, das 8h30 às 18h30, no estádio Beira-Rio. O posto de coleta será no Centro de Eventos Presidente Arthur Dallegrave, através do primeiro estacionamento equipado com um toldo. O acesso será feito pela Rua Nestor Ludwig (mais conhecida como ‘Rua A’).

10 toneladas de alimentos foram doados por trio do Inter. (Reprodução/Diego Vara)

Com passagens marcantes pelo Inter, DungaTinga e D’Alessandro se uniram para marcar um golaço de solidariedade. O trio realizou a entrega de 10 toneladas de alimentos para o auxílio às entidades que assistem ao público mais vulnerável, em meio à pandemia da Covid-19.

Parte dos jogadores também realizou ações de orientação aos seus sócios e sócias mais longevos, que estão no grupo de risco. Os atletas Patrick, Marcos Guilherme, Rodinei, Boschilia e Danilo Fernandes gravaram vídeos especiais para cinco associados (as) colorados (as) de longa data. Referências para a torcida dentro de campo, os jogadores se dirigiram, respectivamente, a Terezinha Paltian Barbosa, de 80 anos, Paulo Roberto Kappel, 67, Ione Lopes Garcia, 73, José Geraldo da Costa, 79, e Noêmia Martins Fontoura, 86.

Grenal do Bem

Grenal do bem: Marcelo Lomba e David Braz se unem em ação de páscoa para crianças carentes

No último domingo (12), dia da Páscoa, o goleiro do Inter Marcelo Lomba e o zagueiro do Grêmio David Braz se uniram em ação conjunta para a doação de ovos de chocolate para crianças carentes de Porto Alegre.

Previsão?

No dia de 20 de abril, data em que se encerra o período de férias do elenco, também está agendada uma reunião na Federação Gaúcha de Futebol (FGF) para debater o andamento do Campeonato Gaúcho.

Com relação às demais competições, o calendário segue incerto. A Confederação Brasileira de Futebol (CBF) tem provido reuniões os clubes para debater a pauta. Um encontro por videoconferência está marcado para esta terça-feira (14).

A Conmebol mantém a Copa Libertadores e a Sul-Americana suspensas até o dia 5 de maio, mas já o entendimento de que o período precisará ser postergado.

 

* Por supervisão de: Marjana Vargas

Voltar Todas de Inter

Compartilhe esta notícia:

“Só é vencedor quem perde. Só perde quem chega lá”, diz Celso Roth sobre o fatídico episódio contra o Mazembe
Os 30 dias sem futebol no Grêmio desde a paralisação em virtude do coronavírus
Deixe seu comentário