Coudet lamenta empate contra o Bahia e destaca: “Cometemos o erro e pagamos”

Foto: Ricardo Duarte / S.C. Internacional

Mais uma vez o empate ficou com gosto de derrota para Eduardo Coudet. Já não bastasse o gol nos últimos minutos contra o Palmeiras, que igualou a partida em 1 a 1 na última quarta-feira (2), desta vez, um pênalti marcado aos 52 minutos do segundo tempo levou o Bahia ao empate e custou a vitória do Inter sobre a equipe baiana na tarde deste domingo (6), pela 8ª rodada do Brasileirão. O placar finalizado em 2 a 2 foi o resultado de uma partida em que o Inter de Coduet mostrou um futebol diferente do que vinha mostrando nas últimas partidas.

“É difícil de explicar. No outro dia, contra o Palmeiras, não apareceram muitas situações. E não é que estamos sofrendo. [Os adversários] Não estão chegando de nenhuma maneira. Passou a jogada do pênalti. Creio que não haviam chutado para nossa goleira no segundo tempo. Acreditávamos que o único jeito de fazerem o resultado seria pela bola parada. Mas cometemos o erro e pagamos“, destacou Coudet após a partida.

O Bahia saiu na frente no placar logo aos 19 minutos do primeiro tempo, em um erro da defesa colorada. Apesar de Cuesta também participar da jogada, a falha foi mais visível aos pés de Zé Gabriel, cria da base colorada, que vem ocupando a titularidade após a saída de Bruno Fuchs. Mas mesmo com o erro, Coudet ressaltou que este não é o momento para crucificar jogadores: “Há um erro conceitual no passe que ele tentou dar. Isso é óbvio. Mas se aprende com os erros. São jogadores jovens“.

Um dos destaques da partida, apesar do pouco tempo em campo, foi Abel Hernández, que estreou com a camisa colorada. Além de salvar um gol em cima da linha de Marcelo Lomba, impedindo que o Bahia virasse o jogo, se mostrou intenso nas ofensivas que participou. Porém, Chacho chamou atenção para o processo físico do jogador, e não o garantiu como titular contra o Ceará na próxima quinta-feira (10). “Gosto de jogar com dois atacantes. Temos que sustentar até termos todos à disposição. Abel estava 6 meses sem jogar, ele está em um processo de melhorar a parte física. […] Não creio. Sou realista, sempre falo a verdade. Não creio que esteja pronto para 90 minutos. Mas ele entrou bem”, disse o comandante colorado.

Mesmo com o empate, o Inter se mantém na ponta da tabela do Brasileiro, com 17 pontos, na frente do vice São Paulo, com 16. Na próxima quinta-feira (10), recebe o Ceará no Beira-Rio, pela 9ª rodada, às 19h15 (de Brasília).

* Por supervisão de: Marjana Vargas

Voltar Todas de Inter

Compartilhe esta notícia:

Dupla Grenal feminina embala no retorno do Brasileiro e entra no G-5
Após empate contra o Bahia, colorado perde vantagem na liderança do Brasileirão
Deixe seu comentário