Coudet fala sobre troca de mensagens com Taison e deixa retorno em aberto: “Destino nos cruze”

Foto: (Divulgação/S.C.Internacional)

Em entrevista coletiva virtual, nesta sexta-feira, o atacante Taison foi dos assuntos em pauta para o técnico do Inter Eduardo Coudet. O argentino confirmou a troca de mensagens com o jogador, atualmente no Shakhtar, mas deixou em aberto um possível retorno.

Coudet fez elogios ao atacante e destacou que gostaria de ter sua presença no elenco colorado.”Trocamos mensagens. É um jogador muito representativo para o Inter, e um grande jogador. Certamente gostaríamos de tê-lo aqui. Mas não sei se vai estar em 2021, nem sei se eu estarei (risos). Oxalá o destino nos cruze”, revelou.

Já próximo de concluir a oitava semana de treinos, que se encerra neste sábado, o comandante citou a dificuldade de treinar sem uma data oficial para o retorno dos jogos.

“Sempre é difícil trabalhar sem ter uma data concreta para voltar a jogar. Mas ter essas atividades físicas, e a obrigação de vir todos dias, é bom para a parte mental”, declarou Chacho.

Em nota, nesta sexta-feira, o governo do RS, por meio da secretaria de Governança e Gestão Estratégica (SGGE), informou que a análise técnica para o retorno do Campeonato Gaúcho de Futebol, com base nos indicadores epidemiológicos, ainda não foi concluída. Contudo, diante da classificação por bandeiras nos municípios – Porto Alegre segue em bandeira vermelha-, a data de 19 de julho, sugerida pela FGF já está praticamente descartada.

Com um prazo maior de análise, e avaliando comportamento durante essa fase de regras mais rígidas nas referidas regiões de bandeira vermelha, o Estado terá mais dados para embasar uma decisão final sobre a data de retomada do Campeonato Gaúcho. No momento, a estimativa é que a conclusão aponte que esse retorno possa ocorrer entre o final de julho ou começo de agosto – trecho da nota.

Confira outros trechos da coletiva de Eduardo Coudet

Aproveitamento das categorias de base

“Tivemos reuniões com a comissão técnica do sub-20, e a ideia é que eles estejam o mais próximo possível do nível da primeira equipe, inclusive nos treinamentos. Não gosto de ter muita gente no primeiro time, para poder cuidar de todos. Sempre digo que a bola não pede documento. Vamos colocar quem estiver melhor.”

Oportunidade para Pottker

“Há a possibilidade da saída do Gustavo, é uma premissa do clube neste ano estar equilibrado na parte econômica. William (Pottker) é muito importante para nós. Infelizmente não podemos utilizá-lo muito ainda, mas está em grande forma.”

Situação de D’Alessandro

“É muito difícil quando um jogador chega na reta final da carreira. Difícil opinar sobre quando deve se retirar. Não é algo que fale com ele. Penso que não é bom pensar nisso, tem que viver o dia a dia.”

* Por supervisão de: Marjana Vargas

Voltar Todas de Inter

Compartilhe esta notícia:

Com volta de Cuesta, Inter encaminha oitava semana de treinos
Robben anuncia retorno ao futebol em seu time do coração
Deixe seu comentário