Confira como foi o primeiro tempo entre Internacional e Athletico-PR pela final da Copa do Brasil


Por: carine,

O primeiro tempo do jogo de final da Copa do Brasil foi eletrizante, digno de estádio lotado, com mais de 49.600 torcedores no Beira-Rio, em Porto Alegre. Com placar em 1×1, o título para o time Colorado ainda está vivo, precisando fazer mais dois gols para levar o troféu da Copa do Brasil para casa. O Internacional conseguiu finalizar sete jogadas, enquanto o Athletico-PR fez cinco.

O Internacional começou com tudo, pressionando em todas as jogadas e com mais posse de bola que o time adversário, o Athletico-PR.
Logo no primeiro minuto de partida o time Colorado já fez um lance de perigo: Wellington Silva cruzou na área, Guerrero ajeitou de cabeça e Nico López saiu na cara do goleiro, que defendeu o forte chute e salvou o Athletico-PR.

Com sete minutos de jogo, Nico López tomou cartão amarelo por um lance em que deixou o pé em Léo Pereira. Os jogadores chegaram a se estranhar e o zagueiro do Athletico foi ao chão após cabeçada do Uruguaino em discussão.

Aos 10 minutos, o Internacional tinha mais posse de bola do que o time do Athletico-PR, 60% e 40%, respectivamente. A essa altura o Internacional pressionava com todos os jogadores de linha no campo de ataque do Athletico-PR, mas faltava calma para garantir o gol.

Aproveitando o desespero do time gaúcho, o Athletico-PR marcou um gol aos 23 minutos, com Léo Cittadini abrindo o placar no Beira-Rio. Mas o Internacional não se desesperou e conseguiu marcar aos 32, com gol chorado de Nico López, passando por oito jogadores até entrar na goleira do Athletico-PR.

O final do primeiro tempo foi tenso, com os dois times quase marcando gols: aos 42 Cittadini quase garantiu para o Athletico-PR, cobrando escanteio direto e surpreendendo Marcelo Lomba, mas a bola sai sobre o gol.

Em seguida, nos 43, Nico López recebeu na direita e fez ótima jogada individual. Ele entrou na área e chutou, mas a batida saiu mascada e facilitou a vida do goleiro do Furacão.

Com acréscimo de três minutos, a torcida do Inter reclamou muito, já que o jogo teve sequência de faltas longas, com jogadores do Athletico truncando o jogo. No total, foram nove faltas cometidas pelo Internacional e dez pelo Athletico-PR.

Mais cartão amarelo: aos 45, Bruno chegou de carrinho em Márcio Azevedo em tentativa de desarme no ataque. A bola já tinha saído pela lateral na jogada.

E a decisão do vencedor da Copa do Brasil ficará para o segundo tempo, que promete ter muita emoção.

 

Comentários

>