Com recorde de público na Arena, Grêmio retoma boa atuação e aplica goleada


Por: Jonata, jornalista, radialista e repórter na @rdgrenal.

E na bela manhã de dia dos pais, o Grêmio presentou cada um dos mais de 50 mil torcedores que foram a Arena quebrar mais um recorde de público. O Tricolor venceu e venceu bem o aguerrido Corinthians. Um 3 a 0 que faz o Grêmio voltar a brigar pelo título do Campeonato Brasileiro. Destaque também para a presença do técnico da Seleção Brasileira, Tite, que viu o confronto dos camarotes da Arena.

Primeiro Tempo

Numa Arena do Grêmio pulsante, com o maior público de sua curta história, o Tricolor enfrentou o Corinthians, em um jogo de 6 pontos, muito devido a proximidade dos times na briga pelo título.

O jogo iniciou bem movimentado, com as duas equipes buscando o ataque. O Grêmio pressionava seu adversário, e aos 6′ minutos Douglas fez lindo lançamento para Bolaños nas costas da zaga. O equatoriano dominou e chutou no canto esquerdo de Cássio, que consegue espalmar e fez grande defesa.

Grêmio mostrava marcação bem encaixada, dificultando a troca de passes entre os corintianos. Contudo, os paulistas responderam e o Corinthians, teve boa chegada ao ataque. Após cobrança de escanteio de Giovanni Augusto, Balbuena cabeceou bem, no canto, mas Marcelo Grohe conseguiu grande defesa.

O Tricolor queria o gol e tentava, principalmente, abrir espaços pelos lados da defesa adversária. E aos 16′, num lançamento longo de Edílson, Pedro marcou um golaço. O atacante recebeu o lançamento com ótimo domínio, invadiu a área, passa por Uendel e  Balbuena, e fuzilou cruzado, sem chances para Cássio.

Com a vantagem, o Grêmio diminuía o ritmo e tentava segurar, no campo de defesa, os avanços paulistas. Perigosamente, o Corinthians chegava ao gol de Marcelo Grohe, empilhando chances. A defesa gremista, comandada por Pedro Geromel, fazia mais uma boa atuação.

O primeiro tempo se encaminhava para o final, dessa vez com o jogo mais equilibrado. O Tricolor ia com a vantagem para o vestiário, depois de um início disputado, com os goleiros trabalhando bastante.

Estatísticas do primeiro tempo:

Posse de bola: Grêmio 50% x 50% Corinthians
Finalizações: Grêmio 9 x 12 Corinthians
Bolas levantadas: Grêmio 3 x 13 Corinthians
Faltas cometidas: Grêmio 7 x 6 Corinthians
Passes errados: Grêmio 14 x 6 Corinthians
Roubadas de bola: Grêmio 9 x 4 Corinthians

Segundo Tempo

Com a mesma pegada da primeira etapa, o Grêmio foi a campo com o ímpeto de buscar o segundo gol. E na qualidade do grupo com boa troca de passes, chegou ao segundo gol. Douglas encontrou Everton livre na direita. O atacante deu um corte em Fagner e arrematou cruzado, de canhota, sem chances para Cássio. 

E na pressão, quase saiu o o terceiro, de novo com Everton. Porém o goleiro Corintiano fez boa defesa.  Os paulistas sentiam o gol e já não mostravam a mesma vontade com que buscavam o gol na primeira etapa. Buscando mudar o panorama do jogo, o técnico Corinthiano, Cristóvão Borges mudava a equipe com a entrada de Marlone e Luca.

Mas nessa tentativa de modificar o resultado desfavorável, o Grêmio deu mais um golpe em seu adversário, praticamente definindo o duelo. Pedro Rocha recebeu de Douglas e dividiu com Cássio, mas o goleiro soltou a bola nos pés de Bolaños, que só teve o trabalho de empurrar a bola para o gol e marcar o terceiro. 

Com esse gol, o Tricolor retomava o domínio da partida e também as boas atuações que teve em outras rodadas do Brasileirão. Sem forças para a reação, os paulistas sucumbiam ao time Roger Machado, principalmente depois de uma grande segundo tempo do Grêmio.

Na 21ª rodada da Série A, o Grêmio tem mais um confronto direto, no próximo domingo (21), contra o Flamengo, quinto lugar, novamente às 11h, no Mané Garrincha, em Brasília. 

Craque Coca-Cola: Pedro Rocha

 

Ficha Técnica

21ª rodada Camp. Brasileiro

Grêmio 3 x 0 Corinthians

Local: Arena do Grêmio.
Gols: Pedro Rocha, Everton, Bolaños.
Cartões Amarelos: Edílson, Jaílson, Ramiro e Miller Bolaños.

Comentários