Com gols de Caio Vidal e Yuri Alberto, Inter vence Chape e quebra tabu de 13 anos

Inter venceu a Chapecoense pela primeira vez jogando na Arena Condá

Foto: Ricardo Duarte / S.C. Internacional

O jogo desta quinta-feira (24) teve um gosto especial para a torcida colorada. Depois de treze anos, o Inter voltou a vencer a Chapecoense em solo Catarinense. A noite ficou marcada pela reestreia do técnico uruguaio Diego Aguirre, que depois de seis anos, retornou a casa-mata vermelha e branca. Inter voltou a vencer depois de três partidas na competição.

Primeiro Tempo

O jogo não poderia ter tido um início melhor. O Inter com a marcação adiantada, foi para cima da Chapecoense já no começo, e logo aos 5 minutos de jogo, depois de pressão de Patrick, Mauricio recebeu e fez bom passe para Caio Vidal, que abriu o placar para o Inter. Mais do que isso, era o primeiro gol do time com a bola rolando desde o confronto diante do Olimpia, em maio, pela Libertadores. O colorado continuava em cima, mantinha a pressão sobre o time de Chapecó, e até teve boas oportunidades com Mauricio e Zé Gabriel, mas foi Yuri Alberto, depois de grande passe de Patrick, que ampliou o marcador aos 34′. Seu primeiro tento no Brasileirão e oitavo na temporada. Sem mais grandes chances, assim terminou o primeiro tempo. 2 a 0 Inter, junto de uma apresentação empolgante.

Segundo Tempo

Se o primeiro tempo não poderia ter tido um início melhor, não podemos falar a mesma coisa do segundo. A Chapecoense melhorou com Bruno Silva, que entrou na vaga de Ronei, e passou a atacar mais o colorado. Aos 3′ Anselmo Ramon teve boa chance, mas Daniel defendeu com segurança. Aos 9′, Ravanelli fez boa cobrança de falta pela esquerda, e Derlan subiu mais que a zaga colorada para diminuir o placar. 2 a 1, e uma pressão se ensaiava pelo lado da Chape. Mas o Inter não recuou. Aos 13′ e 21′, Leo Borges e Mauricio acertaram o poste adversário. Aos 28′, João Paulo fez mais duas boas defesas em chutes de Yuri Alberto e Patrick. A Chape até teve boa chance com Bruno Silva, de cabeça, mas o domínio era amplamente colorado, que controlou o jogo até o fim. Johnny ainda teve boa chance de ampliar, mas jogou para fora. Aos 50′, Bruno Silva fez feio, e foi expulso após rasteira em Caio Vidal, que já estava fora da partida. Danilo Fernandes também recebeu o vermelho por chutar o mesmo Bruno Silva, no chão. Mas o placar se manteve intacto. 2 a 1, e vitória colorada fora de casa.

Próximos compromissos: O Inter viaja para Belo Horizonte onde enfrenta a equipe do América-MG, domingo, às 20h30, no Independência. Já a Chapecoense vai até Curitiba, onde pega o Athletico-PR, na Arena da Baixada, domingo às 20h.

* Por supervisão de: Marjana Vargas

Voltar Todas de Inter

Compartilhe esta notícia:

Bracks destaca negociações por jovens e chegadas de Paulo Victor e Bruno Méndez
Aguirre elogia jovens e espírito dos jogadores: “Time grande tem que ganhar sempre”
Deixe seu comentário