Com gol de Douglas, Grêmio bate o São Paulo com boa atuação coletiva


Por: Jonata, jornalista, radialista e repórter na @rdgrenal.

Fim do tabu na Arena. O Grêmio venceu o São Paulo após 4 jogos disputados em casa e alcançou a marca de 30 pontos no Campeonato Brasileiro. Em grande tarde de Miller Bolaños e Negueba, Douglas foi quem garantiu a vitória tricolor, que sem sofrer riscos na defesa com a temida bola aérea, apresentou bom volume de jogo diante de um adversário sempre complicado.

 

Primeiro Tempo

O Grêmio ia para o jogo buscando acabar com o tabu e enfim vencer o São Paulo na Arena. Sem Giuliano, já vendido ao Zenit, Roger apostava em Negueba para cumprir a função na meia de ataque. E tricolor começou pressionando os paulistas. Já no primeiro minuto, Douglas já arriscava o primeiro chute de fora da área e mostrava que o Grêmio buscaria o gol logo no início.

O tricolor encaixava bem sua marcação e dificultava o toque de bola do São Paulo. Com boa posse de bola, aos 12′, os Grêmio já tinha duas boas chances de gol, com Bolaños e Everton. As duas defendidas pelo goleiro Dênis. Mesmo assim, o jogo era aberto, com o tricolor paulista se posicionando no contra-ataque e levando perigo nas poucas vezes que chegou na área de Marcelo Grohe.

Com mais posse de bola e chegadas à frente, o time de Roger ia superando o de Bauza e já merecia o gol pelo maior volume de jogo. Aos 40′, o Grêmio tinha o domínio do jogo, mas não conseguia transformar o bom futebol em vantagem no placar. Ao mesmo tempo, com suspeita de lesão muscular, Everton pedia para ser substituído e Pedro Rocha entrava na função.

O primeiro tempo terminava sem gols, mas com o Grêmio apresentando bom futebol e Negueba fazendo um bom trabalho na vaga de Giuliano.

 

Segundo Tempo

Na segunda etapa, o tricolor seguiu buscando o jogo. Bolaños era o jogador que mais arriscava para o gol adversário e criava as melhores chances. Sem mudanças no intervalo, as equipes permaneciam as mesmas e o contexto do jogo também.

O Grêmio tinha maior volume de jogo e posse de bola e assim chegou ao seu gol aos 7 minutos. Numa jogada construída a partir da troca de passes desde a defesa com Geromel, a bola chegou em Bolaños, na entrada da área, que serviu Maicon. O volante arrematou para o gol de perna esquerda. Denis espalmou para o meio da área e entregou a Douglas, que só escorou para as redes.

Com o placar aberto, o São Paulo esboçava um reação, tentando sair da marcação gremista e se posicionando mais no campo defensivo adversário. A bola parada, também era uma preocupação a mais para a zaga gremista e por pouco o São Paulo não chegou ao gol de empate, depois de arremate de Michel Alves, aos 22′.

O jogo seguiu aberto, com o Grêmio bem postado na defesa e diminuindo o ritmo da partida. Agora o São Paulo era quem tocava mais a bola, tentando chegar ao gol de Marcelo, porém sem efetividade e parando nos defensores do tricolor. O cronômetro já chegava aos 30′ e o São Paulo não havia tido nenhuma chance de gol. O Grêmio já empilhava 9 chances e um convertida com Miller.

Aos 33′, o lateral Mena, do São Paulo, levou o segundo amarelo e foi expulso. Com 1 jogador a mais, o Grêmio retomava o domínio e pressionava em busca do segundo gol. O São Paulo também tentava o gol, mas não conseguia ser efetivo.

O jogo se encaminhou para o final, sem muitas preocupações para a defesa gremista. Com a vitória, o Grêmio soma 30 pontos e empata com o Corinthians na segunda posição, 2 atrás do líder Palmeiras.

Dono da bola Coca-Cola: Negueba

 

Ficha Técnica

Grêmio 1 x 0 São Paulo

Gol: Douglas
Grohe; Edilson, Geromel, Wallace Reis e Iago; Jaílson, Maicon, Negueba (Kaio), Douglas (Henrique Almeida) e Éverton (Pedro Rocha); Miller Bolaños. Técnico: Roger Machado.

São Paulo
Dênis; Bruno, Lugano, Maicon e Mena; Thiago Mendes, Wesley e Cueva; Centurión (Pedro), Michel Bastos e Gilberto (Kevin). Técnico: Edgardo Bauza

Local: Arena do Grêmio. Arbitragem: Heber Roberto Lopes, com Nadine Schramm Camara Bastos e Helton Nunes. Cartões amarelos: Lugano, Mena e Thiago Mendes (SP). Expulsão: Mena (SP) Gol: Douglas (7min/2°T).

Público: 39.556. Renda: R$ 1.459.680,00.

Comentários