Com futuro indefinido no comando colorado, Abel reflete: ”Só quero verdade”

Técnico tem contrato com o Inter até fevereiro de 2021.

Foto: Ricardo Duarte / S.C.Internacional

Em entrevista coletiva após a vitória de 2 a 0 sobre o Palmeiras, o técnico Abel Braga comentou pela primeira vez sobre o possível interesse do Inter no técnico Miguel Angel Ramírez. Além disso, refletiu sobre seu futuro no Inter, comparando como a forma em que saiu do Flamengo, em 2019.

Na reta final de 2020, o colorado vive um processo de troca de gestão. Na última terça-feira (15), Alessandro Barcellos foi eleito como novo presidente colorado e está a 11 dias de assumir de fato. A especulação é que o técnico Miguel Ramírez está perto de ser anunciado como substituto de Abel Braga. Resta saber se ele assumirá o time agora ou em fevereiro, ao final da temporada.

”Eu fiz contrato até fevereiro, que é o final do campeonato. Eu sou muito da verdade. Quem me contratou sai agora, o Alê (Alexandre Chaves Barcellos, vice-presidente), Marcelo (Medeiros, presidente). Pessoas que eu tenho um carinho, respeito, admiração enorme. Eles saem, eu tenho contrato. Pergunta para o presidente eleito o que ele quer fazer?”,  disse.

Abel afirma ainda não ter sido procurado pela nova gestão, que assume o clube para o triênio 2021/2023. A tendência é que, durante a semana, Barcellos tenha uma conversa com Abel para informar como será o trabalho no futebol e que Ramírez ocupará o posto. O futuro presidente, inclusive, viajará com a delegação a Salvador a convite de Medeiros para o jogo contra o Bahia, o último do ano, no próximo domingo (27).

No entanto, o técnico não escondeu a mágoa da forma como foi dispensado pelo Flamengo, em 2019, quando Jorge Jesus entrou no comando. ”Comigo é tudo muito simples. Só quero uma coisa: verdade. Que foi, por exemplo, o que não teve no Flamengo. O que acontecer, para mim, está bom. Eu vim aqui prestar mais uma vez um serviço e uma dedicação total a esse clube que eu adoro”, disse.

Com ou sem a permanência garantida, Abel prometeu entregar um grupo fechado e com os objetivos atingidos. Mesmo que seja sua última partida pelo clube que tanto gosta.

”O ambiente foi muito bom. O Inter cria uma relação muito forte. Isso é sensacional. O vestiário você fecha o olho, que eles sempre respondem presente. Vou aguardar. Domingo tem jogo. Devo continuar pelo menos até domingo. Depois, não sei. Estou feliz de estar aqui. Não preciso dizer mais nada.”, concluiu.

* Por supervisão de: Marjana Vargas

Voltar Todas de Inter

Compartilhe esta notícia:

Com vitória por 2 a 1 sobre o Grêmio, Inter é campeão do Gauchão Feminino 2020
Desfalque: Lomba e Moledo levam terceiro amarelo e ficam fora da partida contra o Bahia
Deixe seu comentário