Com decisão final de Ramirez, Rodinei e Abel Hernández aguardam desfecho para continuar no Inter

Rodinei tenta chute mas é bloqueado por Abel Hernández em carrinho

Foto: Ricardo Duarte / S. C. Internacional

Nos últimos dias, foram especulados algumas saídas do atual elenco do Inter. Abel Hernández que tem seu contrato se encerrando em junho, enquanto Rodinei tem seu empréstimo do Flamengo, terminando no final de maio. Paulo Bracks em sua última coletiva, após a vitória do colorado em cima do Ypiranga, já havia comentado sobre o objetivo financeiro do clube na temporada, “O nosso propósito é de redução de folha salarial”, relatou.

ABEL HERNÁNDEZ

O uruguaio estava no Catar e na época havia acabado de rescindir seu contrato com o Al Ahly. Com a ajuda de Diego Forlán, o atacante não pensou duas vezes em aceitar o convite do clube gaúcho quando foi acionado pelo então técnico colorado, Eduardo Coudet. Abel Hernández disputou até aqui, 29 partidas com a camisa alvirrubra e marcou cinco gols. Seu maior momento foi no estádio Beira-Rio quando marcou o gol de empate contra o rival Grêmio, na vitória de virada no dia 24 de janeiro.

Para dar apoio na permanência do jogador, a torcida colorada criou nas redes sociais a hashtag “Fica Abelito“, entretanto, faltando menos de três meses para encerrar seu contrato com o Inter, a direção colorada enxerga o jogador como um alto custo ao clube, que gasta mensalmente cerca de R$ 300.000,00.

Ainda, Abel é visto como a quarta opção para a posição de centroavante, estando atrás de Guerrero, Yuri Alberto e Galhardo. Sobretudo, a continuidade do jogador se daria apenas se o técnico Miguel Ángel Ramirez o achasse indispensável para o seu elenco e forma de jogo. Entretanto, o treinador espanhol quer reduzir o número de jogadores para 24 no plantel, o que diminuiria as chances da manutenção do contrato do uruguaio

RODINEI

O lateral-direito, sob muitas constestações da torcida, fora anunciado por empréstimo junto ao Flamengo no final de dezembro de 2019, tendo seu vínculo com o colorado até o final de 2020. Porém, com a paralisação do futebol por conta da pandemia de Covid-19, seu contrato foi prorrogado até maio deste ano.

Rodinei passou por altos e baixos durante a temporada de 2020/21. Houve ainda mais oposições à sua contratação quando o jogador falhou contra o Bahia, ainda no primeiro turno do Campeonato Brasileiro. Surpreendentemente, o atleta se recuperou ao longo da competição, principalmente após a chegada de Abel Braga, e virou peça chave no esquema do treinador. O jogador chegou a ter sua multa, de R$ 1 milhão, paga por um torcedor colorado, para jogar contra clube detentor de seus direitos, o Flamengo. Foram ao total 40 jogos com a camisa colorada e um gol marcado.

Em síntese, o lateral enfrenta quase as mesmas questões burocráticas de Abel Hernández para permanecer no Inter. No entanto, o Flamengo não quer emprestar o jogador mais uma vez. Por ter acabado a última temporada de forma positiva, o clube carioca entende que o atleta está em alta e com isso só aceitaria negociar o jogador vendendo seu passe. Valor este que está fora de cogitação para a direção colorada, na casa dos R$ 21 milhões.

Por fim, Rodinei também não é a primeira opção na sua posição. A nova comissão técnica, juntamente com a direção, pretendem dar mais chances para Heitor, sem contar que há o retorno de Renzo Saravia que estava lesionado. Em seguida, o clube acredita também na evolução dos jovens Lucas Mazetti e Vinícius Tobias, e ficará também a cargo de Miguel Ángel Ramirez, a decisão se o atleta é ou não, indispensável para o seu plantel.

* Por supervisão de: Marjana Vargas

Voltar Todas de Inter

Compartilhe esta notícia:

Marcos Herrmann nega altos investimentos em contratações e pondera: “Nós sabemos da nossa realidade”
Ayacucho x Grêmio: escalações, arbitragem, momentos e transmissão
Deixe seu comentário