Brasil desencanta e vence a Dinamarca por 4 a 0


Por: Jonata, jornalista, radialista e repórter na @rdgrenal.

O estádio da fonte nova, em Salvador na Bahia foi, sem dúvida, o palco da melhor atuação da seleção olímpica na Rio 2016. A equipe, comandada por Rogério Micale venceu a Dinamarca por 4 a 0 e avançou para as quartas de final da competição onde enfrentará a Colômbia no próximo sábado, às 22h, na Arena Corinthians

Primeiro tempo

Duas mudanças promovidas por Micale confirmaram suas entradas com uma ótima atuação no primeiro tempo do jogo. Walace e Luan, ambos do Grêmio, modificaram a forma do time se postar em campo.
Mais adiantado e com maior movimentação no meio de campo, o Brasil chegou bem pelos lados, mas não foi dependente de Neymar, pois Luan atraia a marcação para ele abrindo assim, espaços para que jogadores como Gabigol e Gabriel Jesus chegassem com mais condições de marcar.
Foi o que aconteceu no primeiro gol, enquanto a marcação dinamarquesa esperava por Neymar e Luan,  o lateral Douglas Silva cruzou rasteiro e a bola atravessou a área é encontrou Gabigol livre para marcar o primeiro gol do Brasil na competição e abrir o placar. Em seguida, foi Gabriel Jesus que recebeu um belo passe e, sozinho, invadiu a área é marcou o segundo gol
O primeiro tempo foi assim, com boa atuação e movimentação, sem sofrimento e com o placar à seu favor, os jogadores trataram de tocar a bola e esperar o arbitro apontar o centro do campo.

Segundo tempo

Na etapa complementar, mais solto, o time chegou na frente bem no começo. Depois de uma boa troca de passes um cruzamento rasteiro deixou a bola nos pés de Luan, que de primeira, chutou pro fundo da rede. O terceiro gol estava anotado para a seleção.
O time seguiu com o mesmo volume. Com mais de 20 chances criadas, a seleção olímpica foi aos poucos encontrando o rumo do queto gol. Depois de uma bela jogada, Gabigol recebeu e fez o quarto gol.

Renato Augusto saiu aplaudido e deu lugar ao volante Rodrigo Dourado, outro que deixou o campo foi Zeca, que deu lugar para William. Com os quatro jogadores gauchos em campo, o volume de jogo foi ainda mais evidente. E o controle do jogo perdurou até o seu final. A goleada deu a classificação para o Brasil, que enfrenta a Colômbia nas quartas de final. Junto com a classificação vieram a confiança dos jogadores e a certeza de que o jogo coletivo potencializa as individualidades e melhora de forma significativa o desempenho do grupo.

Comentários